Colunistas
Alvorino Osvaldt - Controle Geral
Por Alvorino Osvaldt - Controle Geral
Advogado e Comunicador do Clic Camaquã

Os avanços do rotativo

Publicado: 14/01/2020 às 15:29 | Fonte: Alvorino Osvaldt

O Estacionamento rotativo em Camaquã iniciou com índice de utilização muito baixo. Os responsáveis afirmavam que isto era normal para o inicio de uma atividade desconhecida na cidade. Vemos agora que tinham uma certa razão, pois verificamos nos últimos dias que tem aumentado o índice de utilização do sistema e a satisfação dos usuários está aumentando, bem como a dos comerciantes que verificam haver vagas para que seus clientes estacionem próximos aos estabelecimentos. Já existem promoções de algumas lojas oferecendo o pagamento da tarifa para quem vier a consumir no local. Tudo isso mostra como a iniciativa está sendo acertada. Claro, ainda persistem as reclamações quanto a ausência dos agentes de trânsito para realizar o pagamento, a falta de locais para este fim, mas isso são detalhes que aos  poucos estão sendo corrigidos e tenho certeza que em breve haverá apenas a satisfação da comunidade em geral. Recentemente foram implantados 21 locais para a venda de tíquetes de estacionamento, fato que sem dúvida virá auxiliar aqueles que farão a utilização do serviço. Quer saber quais são os pontos de venda? Procure aqui no site do Clic que você vai acha-los e assim facilitar sua vida! E faça bom uso do estacionamento rotativo de nossa cidade!

E a tabela, Reajusta?

Em breve teremos de prestar contas ao Leão do Imposto de Renda! A cada ano que passa aumenta o número de pessoas que são atingidas pela mordida do Leão pelo simples fato de que a Tabela não é atualizada há alguns anos. O Sindicato Nacional dos Auditores da Receita Federal, em recente estudo, mostram que se esta fosse reajustada pelo índice da inflação de 1996 para cá, o valor de isenção deveria ser de R$ 3.881,65 e não como é hoje de R$ 1903,98. A diferença fica em 103,87%. Esse fato faz com que cerca de 20 milhões de brasileiros, que seriam isentos do tributo, o paguem. É o dobro do que deveriam pagar! Pessoas que na real estariam isentas, mas que são oneradas com mais este encargo obrigatório. O mais grave é que a tabela atinge deste modo, principalmente aos que menos recebem o que é mais uma injustiça social. Bolsonaro, já abordou o assunto algumas vezes, porém até agora não adotou qualquer providência, até porque as contas do governo continuam no vermelho, impossibilitando assim qualquer renuncia de arrecadação. Comenta-se que a questão pode ser encaminhada ao Congresso, fazendo parte da proposta da Reforma Tributária, porém até agora não se tem notícia de que realmente isso irá ocorrer. Este alívio no bolso do contribuinte, desta forma, ainda está longe de acontecer!

Prá você pensar:

“A verdadeira motivação vem de realização, desenvolvimento pessoal, satisfação no trabalho e reconhecimento”. (Frederick Herzberg)

Camaquã (RS), 13 de janeiro de 2020.  

Alvorino Osvaldt