Colunistas
Nelson Egon Geiger
Por Nelson Egon Geiger
Advogado

DE VOLTA ÀS AULAS

Publicado: 28/04/2021 às 16:58
“Precisamos retornar às aulas presenciais. Ficar longe delas só interessa ao petismo destruidor da nação e seus braços comunista que nos querem igualar a Cuba e Venezuela”.

O Governador decretou o retorno às aulas presenciais. A maioria dos segmentos da sociedade está no mesmo sentido. Especialmente os pais e alunos. Poucos resistem. Professores, educadores, cientistas da educação manifestaram a grande diferença entre as aulas presenciais e as virtuais. Na sala, com professor à frente o ensino é muito mais produtivo. 

Sócrates, Platão, Aristóteles, filósofos gregos ensinavam aos alunos pregando à frente dos mesmos nos jardins. Nas grandes Faculdades inglesas e americanas os professores dão aulas em grandes auditórios.

Quem está contra aulas presenciais no Estado. Ora, o CPERGS que todos sabem ser braço do PT e de sua ideologia que tem interesse em enfraquecer a educação. Claro, um povo culto é mais difícil de ser enganado pelas despudoradas ideais esquerdistas. No Canadá, Suécia, Noruega, Bélgica, Suíça e Áustria a esquerda corrupta não consegue seduzir o povo. 

Se o Brasil for culto o corrupto líder da referida agremiação, notório manipulador de verbas públicas, desde a época do “mensalão”, não continuará enganando a nação. Para ser direto, o famigerado Lula, depois do plano ombreado com José Dirceu, seu mentor intelectual, porque aquele é de poucas letras, ainda manipulou no governo seguinte. De sua pupila Dilma. Dessa vez com o esquema de propinas que foi investigado e comprovado pela Polícia Federal na operação “lava jato”. 

São esses que não querem que os jovens tenham aula. Por isso tentam barrar até mesmo e em especial escolas particulares. Pois sabem que o ensino presencial é muito mais proveitoso para os alunos.

Pessoas com formação não acreditam na decantada inocência do narcisista Lula. Narciso era vaidoso; Lula pensa que é um semideus. Em entrevista, depois de o Ministro Fachin anular os processos ocorridos em Curitiba o falastrão dizia que sofreu até ser reconhecida sua inocência. ORA, ninguém o disse inocente. Seus processos foram anulados por questão burocrática: deviam tramitar no local das propinas. Como foram julgados em outra Comarca, o Ministro entendeu que decididos fora da jurisdição. Anulou. Mas não o proclamou inocente.

Até mesmo porque de inocente ele nada têm. As pessoas sabem que a corrupção existiu. Sabem que ele se valeu do poder para negociar para si e sua grei, propinas exorbitantes/ Retirando do erário dinheiro que poderia ser destinado à saúde, educação e obras públicas.

Nesse mentiroso somente acreditam os que querem o retorno do retrocesso cultural e o retorno da gangue que varreu os cofres públicos. E povo com pouca cultura é mais fácil de enganar. Por isso a volta de aulas presenciais não interessa aos ideólogos da esquerda podre.

Essa “troupe” que nos quer transformar em tipos como Cuba e Venezuela e candidatar o espertalhão que garantiu ao filinho amado sair de zelador para um dos mais ricos donos de terras do Brasil. Sem nenhum processo conhecido que tramite contra ele. Precisamos voltar às aulas para melhor discernir o que está certo e o que está errado. Parabéns Governador.


EDIÇÃO DE 27 de abril de 2021.