Colunistas

Complexo produtivo da Renault no Paraná é homenageado no Fórum Econômico Mundial

16/01/2020 - 11h:28min
Mateus Lopes - Nissul Renault

Um grande feito não só para a Renault como para a indústria brasileira foi divulgado nesta quarta-feira (15). O Complexo Ayrton Senna, instalação que abriga quatro fábricas da marca francesa, foi agraciado com o “Advanced 4th Industrial Revolution (4IR) Lighthouse” – “Farol da 4ª Revolução Industrial Avançada”, título concedido pelos organizadores do Fórum Econômico Mundial pela capacidade da empresa em “adotar e escalar tecnologias, gerando impacto positivo para a indústria”.

De acordo com a Renault, um dos fatores predominantes para a conquista deste reconhecimento foi a utilização de tecnologias e processos digitais desde o início da produção dos veículos até o processo de venda, contemplando diversas etapas do negócio, incluindo a contratação de colaboradores para a companhia e o treinamento e capacitação desses profissionais.

A empresa também oferta diversos treinamentos para os colaboradores. Na área da carroceria, a Renault realiza a capacitação dos profissionais utilizando óculos de realidade virtual com imersão 3D que permite ao operador a realização dos procedimentos que serão executados na linha de produção em um ambiente simulado e, consequentemente, 100% seguro.

O processo produtivo está repleto de tecnologias que facilitam e aceleram o dia a dia de produção. A reposição de peças e transporte de ferramentas nas fábricas da Renault no Brasil são realizadas, em sua grande maioria, por AGVs - Automatic Guided Vehicles – Veículos Guiados Automaticamente, com rotas programadas e controladas que garantem a chegada de peças e materiais aos destinos corretos garantindo a programação das plantas produtivas. Atualmente, são mais de 230 AGVs circulando pelas quatro fábricas do Complexo, destaca a empresa.

Na linha de produção, também é possível encontrar diversas configurações de robôs. Existem os colaborativos, que trabalham em ações específicas do processo produtivo e auxiliam o operador em trabalhos menos ergonômicos ou que exigiriam muita força braçal. Além destes, existem robôs de maior porte, que atuam principalmente no procedimento de solda, na área de carroceria e garantem dinamismo e velocidade ao processo produtivo.

Os supervisores e chefes de produção da Renault do Brasil possuem um tablet que permite a visualização clara do fluxo produtivo, garantindo o acompanhamento em tempo real e aumentando a capacidade reativa para qualquer problema ou situação envolvendo a linha de produção. A ferramenta também otimiza o armazenamento e a consolidação de dados que posteriormente são utilizados para melhorar processos e está conectada à área comercial e de supply chain. Ao todo, já são mais de 200 profissionais conectados utilizando tablets.

Outra tecnologia que garante segurança e confiança para os clientes Renault é o RFID - Radio Frequency Identification, que permite a visualização da localização e o rastreio de todos os veículos que são produzidos na fábrica até chegarem nas concessionárias ou no porto para transporte. Com o uso da tecnologia, a Renault conseguiu reduzir em cerca de 30% o tempo de expedição dos veículos.

 

Tecnologia ajuda a otimizar a produção: premissa da indústria 4.0Tecnologia ajuda a otimizar a produção: premissa da indústria 4.0

deixe seu comentário