Colunistas

O Enart

16/11/2018 - 22h:08min
Camaquã pelo Rio Grande

É chegado um dos finai de semana mais esperado no meio tradicionalista, começa hoje e vai até domingo o tradicional ENART.
O Encontro de Artes e Tradição Gaúcha (ENART) é um dos maiores festivais de arte amadora da América Latina. É promovido pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), realizado desde 1986, sendo que desde 1997 ocorre no Parque da Oktoberfest de Santa Cruz do Sul.
É realizado anualmente, em três etapas: regionais, inter-regionais e final. Envolve competidores de todo o estado do Rio Grande do Sul, e espectadores de todo o mundo. Estima-se haver mais de dois mil concorrentes por ano, e mais de 60 mil espectadores na fase na final. É de extrema importância para o estado, pois é o maior evento tradicionalista gaúcho do mundo, segundo fontes ligadas ao MTG. A partir de 2009, certas edições do evento foram transmitidas pela Internet. Neste ano pode acompanhar através do canal you tube Eco da Tradição.
Essa historia tem seu inicio na década de 70, com o MOBRAL - Movimento Brasileiro de Alfabetização, empenhava-se em combater o alto nível de analfabetismo no país. No Rio Grande do Sul, além de alfabetizar, também almejava divulgar a cultura como forma de elevar a auto-estima da população e oportunizar o surgimento de novos valores artísticos.
O professor e advogado Praxedes da Silva Machado, responsável cultural pelo Mobral, buscou a parceria do Movimento Tradicionalista Gaúcho e, com a participação do IGTF Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore, criaram o Festival Estadual de Arte Popular e Folclore, que se popularizou como Festival Estadual do Mobral. O evento foi idealizado para ser itinerante, isto é, cada ano em uma cidade diferente.
A primeira edição deste festival foi no ano de 1977, cuja fase final foi realizada na cidade de Bento Gonçalves. A 2a em 1978 - Porto Alegre, a 3a em 1979 -Lajeado, a 4a em 1980 - Cachoeira do Sul, a 5a em 1981 - Lagoa Vermelha, a 6a em 1982 - Canguçu, a 7a em 1983 - Soledade e a 8a em 1984 - Farroupilha. Em 1985, a 9a edição seria em Rio Pardo. Como as autoridades do município desistiram, Farroupilha passou a sediar novamente. Decidiu-se, então, não mais alternar o local, uma vez que Farroupilha se propunha em continuar realizando anualmente a final.
A partir de 1986, o evento passa a ser promovido pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho, em parceria com a Prefeitura Municipal de Farroupilha e o Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore -IGTF, passando a ser denominado FEGART - Festival Gaúcho de Arte e Tradição. Sua realização acontecia sempre no último final de semana de outubro, permanecendo em Farroupilha da 1ª à 11ª edições, portanto, ate o ano de 1996.
Tendo em vista o crescimento do festival e das necessidades estruturais e financeiras para sua realização e a manifestação da Prefeitura de Farroupilha de não mais sediar o evento, em 1997, a 12a edição, foi transferida para Santa Cruz do Sul. O evento passou a ser realizado no segundo final de semana de novembro de cada ano.

Por questões que envolveram o nome do festival, reivindicado pela Prefeitura de Farroupilha, houve a necessidade de mudança, no ano de 1999, passando a denominar-se ENART - Encontro de Artes e Tradição Gaúcha. No ano de 2013 será realizada a 28ª edição e 37ª edição desde o festival originário.
Neste ano nossa cidade estará muito bem representada no festival, vários artistas individuais e nosso querido grupo adulto do CTG Camaquã na modalidade danças tradicionais força B, que deve dançar no sábado a tardinha. Desejamos sorte aos competidores!

deixe seu comentário