Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • 970×90 (3)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • globalway (1)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • clarão—970×90
  • BANNER UNICRED 2
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111

Jovem de 18 anos morre ao ser atingida por carro na calçada, em Pelotas

Dois carros bateram em um cruzamento no Centro da cidade, e um dos veículos acabou atingindo a vítima. Segundo a Polícia Civil, Daniele Rocha Bacelo era de Santa Vitória do Palmar e havia se mudado para Pelotas para fazer faculdade.


Por Redação Clic Camaquã Publicado 04/10/2019
Ouvir: 00:00

Uma jovem de 18 anos morreu na manhã desta sexta-feira (4) ao ser atingida na calçada por um carro após um acidente no Centro de Pelotas, no Sul do Rio Grande do Sul. A vítima foi identificada pela polícia como Daniele Rocha Bacelo. Ela passava a pé pelo local bem na hora da colisão, por volta das 9h30.

Conforme a Polícia Civil, dois carros bateram no cruzamento da Barão de Santa Tecla com a General Neto. Um dos veículos rodou na pista e atingiu a jovem. Ela ficou embaixo do carro e não resistiu. O corpo foi encaminhado ao Departamento Médico Legal (DML) de Pelotas para necropsia.

À polícia, a irmã da vítima disse que Daniele voltava da aula. Natural de Santa Vitória do Palmar, ela havia se mudado para Pelotas para cursar farmácia na Universidade Federal de Pelotas (UFPel), e estava no primeiro semestre.

VÍDEO: Funcionários de supermercado protestam em frente a Sindicato em Camaquã

“Ela estava morando em Pelotas fazia pouco tempo, morava aqui com a irmã para fazer faculdade”, conta a delegada plantonista Anita Caruccio.

A Polícia Civil vai investigar o caso. Os veículos foram periciados e liberados para os proprietários. Os motoristas ainda irão prestar depoimento.

“Se alguém for responsabilizado vai ser por homicídio culposo [quando não há intenção de matar] de trânsito”, disse a delegada.

 

  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • globalway (1)
  • clarão—970×90
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • BANNER UNICRED 2
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • 970×90 (3)