Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • _26345 banner topo 970×90 px (PNG)
  • banner felice 2
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • globalway (1)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • TEXEIRA GÁS ultragaz

Camaquenses relatam alta no preço dos combustíveis

A maioria dos postos de combustíveis está sem fornecimento de gasolina


Por Pablo Bierhals Publicado 07/05/2024
 Tempo de leitura estimado: 00:00
imagem 1280×720 – 2024-05-07T170120.973
Foto: Adílio Ratto Jr/Clic Camaquã

Os camaquenses estão enfrentando filas em postos de combustíveis entre a segunda-feira (6) e esta terça-feira (7). Muitos estabelecimentos já estão sem gasolina para fornecer aos consumidores. Este cenário ocorre diante da crise humanitária e maior desastre climático da história do Rio Grande do Sul.

De acordo com atualizações do Governo do Estado disponibilizadas nesta manhã, ao menos 95 trechos em 41 rodovias estão com bloqueios totais e parciais, entre estradas e pontes. O acesso do Sul à Porto Alegre está impossibilitado por bloqueios na BR-116 e BR-290. Ainda assim, de acordo com o Sindicato Intermunicipal do Comércio Varejista de Combustíveis e Lubrificantes do Estado (Sulpetro), “se está faltando combustível em algum posto, é porque muita gente correu para abastecer seu carro sem necessidade”.

Durante esta terça, além da falta de gasolina, os camaquenses passaram a relatar a alta no preço do combustível nos estabelecimentos que ainda estão abastecendo.

Uma das possíveis causas é a mudança na rota de chegada do combustível, mas o motivo ainda está sendo apurado.

Para casos onde o consumidor se sinta lesado, o Ministério Público do Rio Grande do Sul criou um canal para denúncias: o solicitante deve encaminhar um e-mail para precoabusivo @mprs.mp.br com endereço, nome do estabelecimento e, em caso de compra, imagem da nota fiscal.

Segundo o MP, é proibido elevar sem justa causa o preço de produtos ou serviços durante situações de emergência. Por isso, é importante que o consumidor e o comerciante fiquem atentos à legislação.


  • _26345 banner topo 970×90 px (PNG)
  • banner felice 2
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494