Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • clarão—970×90
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • 970×90 (3)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • BANNER UNICRED 2
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • globalway (1)

Cachorro decapitado causa revolta na população em Pelotas

O caso ocorreu no bairro Getúlio Vargas e está sendo investigado pela Polícia Civil, através da Delegacia Amiga dos Animais


Por Eduardo Costa Publicado 22/06/2023
Ouvir: 00:00
Foto: Divulgação/Ilustrativa/Polícia Civil

Nesta semana, a comunidade do bairro Getúlio Vargas, em Pelotas, se deparou com uma situação de crueldade e maus-tratos, onde um cachorro foi encontrado decapitado. A morte do animal passou a ser investigada pela Polícia Civil, através da Delegacia Amiga dos Animais, setor voltado para o combate aos crimes contra animais.

A delegada responsável pelo caso, Lisiane Mattarredona, afirma que tomou conhecimento terça-feira (20) da decapitação do animal no Getúlio Vargas e que as medidas cabíveis serão encaminhadas. 

“Vamos instaurar um inquérito amanhã [quarta-feira]. Ainda não tínhamos ciência dessa situação e vamos dar máxima prioridade ao caso”, assegura.

De acordo com a Delegacia Amiga dos Animais, 35 procedimentos já foram instaurados desde o começo do ano para apurar denúncias ou ocorrências de maus-tratos em Pelotas. Abandono e maus-tratos a animais são crimes previstos por lei, podendo resultar de dois a cinco anos de prisão. Em caso de suspeitas, denuncie através dos contatos: (53) 98427-6956, (53) 3225-4567 ou 157.

Fonte: Diário Popular


  • clarão—970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • 970×90 (3)
  • BANNER UNICRED 2
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)