Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • 970×90 (3)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • clarão—970×90
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • globalway (1)
  • BANNER UNICRED 2
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494

Elon Musk promete deixar liderança do Twitter após usuários o rejeitarem em enquete

Um percentual de 57,5% respondeu "sim" nesta segunda-feira (19), depois que Elon Musk perguntou a seus 122 milhões de seguidores se deveria deixar o cargo


Por Redação Clic Camaquã Publicado 19/12/2022
Ouvir: 00:00
Elon Musk. Foto/ Divulgação

Os usuários do Twitter votaram a favor da renúncia de Elon Musk como CEO da plataforma depois que o bilionário fez uma enquete na rede social sobre seu futuro à frente da companhia. As informações são de BBC News Brasil.

Um percentual de 57,5% respondeu “sim” nesta segunda-feira (19), depois que Elon Musk perguntou a seus 122 milhões de seguidores se deveria deixar o cargo.

Elon Musk, que comprou o Twitter por US$ 44 bilhões em outubro, disse antes do fechamento da enquete que respeitaria o resultado.

O magnata, que também é dono da Tesla e da Space X, tem enfrentado muitas críticas desde que assumiu o controle da plataforma de rede social.

Musk ainda não fez nenhum comentário desde que a votação foi encerrada. E mesmo que venha a renunciar ao cargo de CEO, ele permaneceria como dono do Twitter.

Mais de 17,5 milhões de usuários votaram na enquete, com 42,5% se manifestando contra a renúncia de Musk.

No passado, Musk acatou o resultado das enquetes no Twitter. Ele gosta de citar a frase “vox populi, vox dei“, uma expressão em latim que significa algo como “a voz do povo é a voz de Deus”.

Ele demitiu cerca de metade da equipe e tentou lançar o recurso que permite aos usuários comprar o status de conta verificada na plataforma, mas sua implementação acabou sendo adiada devido a uma enxurrada de contas de impostores. O recurso foi relançado na semana passada.

Ele também foi criticado por sua abordagem em relação à moderação de conteúdo, com alguns grupos de defesa de liberdades civis acusando-o de tomar medidas que vão aumentar o discurso de ódio e a desinformação.

Na sexta-feira, Musk foi criticado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela União Europeia pela decisão do Twitter de suspender alguns jornalistas que cobrem a empresa de rede social.

Repórteres do jornal americano New York Times, da rede CNN e do Washington Post estavam entre os que tiveram suas contas bloqueadas por supostamente compartilharem dados de localização. As contas já foram restabelecidas.

A ONU tuitou que liberdade de imprensa “não é um brinquedo”, enquanto a União Europeia ameaçou o Twitter com sanções.


  • clarão—970×90
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • BANNER UNICRED 2
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • 970×90 (3)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)