Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • BANNER UNICRED 2
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • 970×90 (3)
  • clarão—970×90

Onda de calor no RS pode chegar aos 40ºC; umidade do ar cai

O índice esperado de 12% de umidade é cinco vezes menor do que o considerado normal pela OMS; entenda os riscos e confira os cuidados necessários


Por Redação Clic Camaquã Publicado 08/12/2022
Ouvir: 00:00
Foto: Divulgação - Clic Camaquã / Ariane Morais
Foto: Divulgação – Clic Camaquã / Ariane Morais

Uma onda de calor que atinge o Rio Grande do Sul nos últimos dias fez com que a temperatura máxima prevista é de 36°C em toda Costa Doce. Em Santa Rosa, no Noroeste, a previsão é de 39°C, conforme a Climatempo.

calor, que deve persistir nos próximos dias, e a baixa umidade do ar, que deve chegar a 12%, são perigosos para a saúde. Corre mais risco quem mora nas regiões Central, e nas zonas de fronteira com o Uruguai, ao sul, e a Argentina, a oeste.

Baixa umidade

O índice esperado de 12% de umidade é cinco vezes menor do que o considerado normal pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

“Entre 12% e 20% de umidade do ar é considerada emergência e também alerta. A gente está sob atuação de uma onda de calor, mas o pico dela vai ser na sexta-feira. Essa onda de calor, ela traz, ela favorece uma massa de ar quente que faz com que as temperaturas fiquem bastante elevadas em priticamente todo o estado”, explica Vanessa Gehm, meteorologista da Sala de Situação da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SEMA).

Hipertermia

O “calorão” e a baixa umidade são condições que podem fazer o corpo humano superaquecer.

“Hipertermia, o corpo eleva demais a temperatura. Então, às vezes também baixa a pressão, a pessoa pode desmaiar, a pessoa pode ter algum evento”, alerta Ana Lúcia Maciel, responsável técnica de enfermagem do Samu de Porto Alegre.

Cuidados

A enfermeira do Samu ainda dá orientações para cuidados que todos devem tomar:

  • Proteger crianças e idosos
  • Beber água regularmente
  • Beber líquidos à vontade
  • Evitar locais quentes
  • Procurar abrigo de sombras
  • Usar protetor solar para evitar doenças de pele
  • Evitar atividades físicas exageradas e sem proteção

*Fonte: g1 RS


  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • globalway (1)
  • clarão—970×90
  • 970×90 (3)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • BANNER UNICRED 2
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)