Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • 970×90 (3)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • clarão—970×90

Responsável pela distribuição de drogas em Camaquã é preso pela Polícia Civil

Operação Montenegro II, cumpriu dez prisões preventivas na cidade após investigação que durou 5 meses


Por Redação Clic Camaquã Publicado 13/03/2018
Ouvir: 00:00

O homem apontado como sendo o distribuidor de drogas em Camaquã, foi preso na tarde desta segunda-feira (12). Investigação apontou que homem era comandado por um detento.

Na tarde desta segunda-feira (12) e manhã desta terça-feira (13), foi deflagrada a operação Montenegro II, visando cumprir dez prisões preventivas, em investigação de combate ao tráfico de drogas na cidade de Camaquã.

Na tarde de ontem, uma equipe da Delegacia de Polícia de Camaquã, com apoio de agentes da DP São Leopoldo, efetuaram a prisão preventiva do homem com iniciais: R.C.B., o qual era o responsável pela distribuição da droga em Camaquã. O preso realizava a distribuição, a mando de um homem identificado pelas iniciais J.S.C.

Nesta manhã, foram comunicados de suas prisões preventivas os indivíduos J.S.C. e J.M.G.A., os quais já se encontravam recolhidos no sistema prisional. J.S.C. comandava o tráfico de drogas de dentro do Presídio de Montenegro.

Foram cumpridos nesta terça, mais seis mandados de prisão por 21 Policiais Civis. Também foi informada por Oficial de Justiça, uma mulher que irá cumprir prisão domiciliar.

As investigações desta operação, duraram aproximadamente cinco meses. A Polícia divulgou apenas as iniciais dos presos, tendo em vista que se trata de prisões preventivas e os acusados ainda não foram condenados.


  • clarão—970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • 970×90 (3)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)