Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

Cresol aumenta em 80% os recursos para produtores rurais no Plano Safra 23/24

Cooperativa esteve no lançamento do programa, dia 28, integrando a feira da agricultura familiar realizada em frente ao Palácio do Planalto


Por Eduardo Costa Publicado 30/06/2023
 Tempo de leitura estimado: 00:00
Cresol aumenta em 80% os recursos para produtores rurais no Plano Safra 23/24
Cresol aumenta em 80% os recursos para produtores rurais no Plano Safra 23/24

A Cresol participou na quarta-feira, 28, do lançamento oficial do Plano Safra 23/24, em Brasília (DF), e anunciou um aumento de recursos a serem repassados à agricultura e pecuária no próximo ano agrícola. A Cooperativa Financeira deve operacionalizar mais de R$ 15 bilhões nas linhas de custeio e investimento, um crescimento de 80,7% frente aos R$ 8,3 bilhões da safra 22/23, repassados em cerca de 117 mil operações.

Entre as novidades previstas pelo Governo para este novo ciclo estão condições diferenciadas para agricultura de baixo carbono, recursos específicos para produção familiar e juros de 4% a.a. para quem cultiva itens da cesta básica, como arroz, feijão, mandioca, tomate, leite e ovos.

As linhas de crédito da Cresol para o setor englobam o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), voltado a micro e pequenos produtores, com taxas de 3% a 6% a.a.; o Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), com taxas de até 8% a.a.; e taxas de até 12% para outros enquadramentos.

A Cooperativa também confirmou a continuidade da parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) na operacionalização dos recursos. “Atualmente, nós somos a principal operadora do BNDES para as linhas de custeio e investimento do Pronaf. Além disso, estamos sempre em busca de parcerias, tanto com as instituições governamentais quanto privadas, para viabilizar estes repasses para os produtores. Apesar de a safra 23/24 estar começando agora, o nosso trabalho começou com bastante antecedência e já trabalhamos muito para captar esses recursos”, comenta o vice-presidente da Cresol Confederação, Adriano Michelon.

Em 2022, a instituição financeira cooperativa foi o maior operador agro do BNDES, somando R$ 4,7 bilhões em 81.437 contratos aprovados, o que representa a pulverização dos recursos e o acesso dos produtores rurais ao Plano Safra. “Nós temos uma participação efetiva na construção do Plano Safra e hoje somos referência para outras instituições porque isso é o que move a Cresol desde o início da nossa história, lá em 1995. Está no nosso DNA sempre buscar o melhor para o nosso agricultor, não só em recursos, mas também em fazer com que esses valores cheguem ao produtor rural e façam a diferença na propriedade, na produção, enfim, na vida dele”, completa Cledir Magri, presidente da Cresol Confederação.

Plano Safra 23/24

O Plano Safra 2023/2024 para a agricultura e pecuária empresarial, que atende médios e grandes produtores, terá R$ 364,22 bilhões para custeio e investimentos, conforme anunciado pelo Governo Federal na terça-feira, 27. O volume é 26,8% maior que o total da edição anterior. Desse montante, R$ 272,12 bilhões serão direcionados para custeio e comercialização e R$ 92,1 bilhões para investimentos. Já o valor destinado ao Plano Safra da Agricultura Familiar 23/24, que engloba linhas como o Pronaf, é de R$ 71,6 bilhões, aumento de 34%.

Sobre a Cresol

Com 28 anos de história, mais de 800 mil cooperados e 760 agências de relacionamento em 19 Estados, a Cresol é uma das principais instituições financeiras cooperativas do País. Com foco no atendimento personalizado, a Cresol fornece soluções financeiras para pessoas físicas, empresas e empreendimentos rurais.