Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • banner felice 2
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • _26345 banner topo 970×90 px (PNG)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • globalway (1)

MST monta acampamento em Encruzilhada do Sul

São quase 200 famílias em mais um acampamento no Rio Grande do Sul durante o mês de abril


Por Pablo Bierhals Publicado 20/04/2024
 Tempo de leitura estimado: 00:00
imagem 1280×720 – 2024-04-20T100633.036
Foto: Divulgação/Acampamento MST em Encruzilhada do Sul.

O Movimento Sem Terra (MST) montou mais um acampamento no Rio Grande do Sul durante o mês de abril. Nesta sexta-feira (19) quase 200 famílias começaram a se instalar às margens da ERS-471, em Encruzilhada do Sul.

O acampamento na região Centro-Sul do estado foi nomeado Sepé Tiaraju, onde a bandeira do MST tremula em meio aos sons de pregos, martelos e serrotes, além da lona preta servindo de abrigo.

De acordo com a assessoria do movimento, as famílias não param de chegar, já são quase 200. Uma assembleia de abertura foi realizada por volta das 15h, com mística e debate, quando se definiu o nome do acampamento.

A ação faz parte da Jornada Nacional de Lutas em Defesa da Reforma Agrária, com o lema “Ocupar para o Brasil Alimentar”. O novo acampamento busca pautar a retomada da luta pela terra no Rio Grande do Sul, avançar no assentamento de todas as famílias acampadas no estado e no acesso de crédito para as famílias assentadas.

No mês de abril, intitulado “abril vermelho” pelo movimento, é comum que aumentem as ocupações, relembrando o Massacre de Eldorado do Carajás, quando 21 Sem Terra foram brutalmente assassinados pela polícia militar do estado do Pará, em 1996. Neste 2024 os Sem Terra relembram os 28 anos de impunidade do Massacre, “e nenhum segundo esquecemos nossos mártires.

Ainda não há informações sobre a procedência da terra onde o movimento está acampado.


  • _26345 banner topo 970×90 px (PNG)
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • globalway (1)
  • banner felice 2
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494