ARROIO VERDE: Especialista explica fenômeno que deixa as águas do Arroio Duro esverdeadas

Para entender o motivo desse fenômeno, entramos em contato com o biólogo e professor, Silvano Gross, que explicou as possíveis causas da mudança da cor da água


Por Redação/Clic Camaquã Publicado 04/04/2023
 Tempo de leitura estimado: 00:00
Foto: Divulgação/ Clic Camaquã/ Eduardo Costa

Na tarde desta segunda-feira (03), a equipe de reportagem do Clic Camaquã recebeu alguns relatos e questionamentos sobre a mudança da coloração da água. Como é possível ver nas imagens (abaixo), há uma coloração verde nas águas do Arroio Duro em Camaquã.

Para entender o motivo desse fenômeno, entramos em contato com o biólogo e professor, Silvano Gross, que explicou as possíveis causas da mudança da cor da água:

“A floração de algas no Arroio Duro pode ser atribuída a uma combinação de fatores, incluindo as condições climáticas recentes e o aumento dos nutrientes na água. Nas últimas semanas, experimentamos temperaturas extremamente altas, o que pode ter aquecido a água do arroio, proporcionando um ambiente favorável para o crescimento das algas. Além disso, estamos enfrentando uma baixa taxa de precipitação na região, o que significa que as águas do Arroio Duro podem ter enfrentado um aumento da concentração de nutrientes, principalmente oriundos da rede de esgoto da cidade, fator importante para o crescimento das algas”.

Especialista fala sobre fenômeno

“É importante destacar que a presença de algas não é um fenômeno incomum em corpos d’água, e muitas vezes é resultado de condições ambientais específicas, tais como mudanças climáticas e abundância ou excesso de nutrientes na água. No entanto, estamos cientes da situação no Arroio Duro e estamos trabalhando diligentemente para entender as causas específicas e tomar medidas para mitigar seus efeitos”.

Quais os riscos para a população?

“Cabe ressaltar que, apesar da floração de algas no local, não há riscos à população, uma vez que ali não há captação de água para consumo humano. Além disso, o fato está sendo monitorado e é considerado isolado, permitindo que a situação ambiental do Arroio como um todo não seja prejudicada, reduzindo as chances de mortandade de peixes, por exemplo”.

“Estamos em contato com os técnicos da Associação dos Usuários do Perímetro de Irrigação do Arroio Duro (AUD) para avaliar a situação e identificar as medidas mais eficazes para lidar com o problema das algas. Além disso, estamos comprometidos em trabalhar com a comunidade local para aumentar a conscientização sobre as questões ambientais e promover ações que possam ajudar a preservar e proteger o Arroio Duro”.

Alerta para a comunidade:

“Por fim, reforçamos a importância da colaboração da população para a manutenção da qualidade ambiental do Arroio Duro, um recurso hídrico fundamental para nossa cidade. Pedimos que evitem destinar resíduos diretamente no arroio ou nas ruas, uma vez que esses resíduos podem ser levados até esse corpo d’água. Além disso, é importante manter as fossas e filtros do sistema de esgoto de suas casas sempre em boas condições, a fim de evitar ao máximo que o esgoto in natura chegue até o arroio”.

“Essas pequenas atitudes podem fazer uma grande diferença para a manutenção da qualidade das águas do Arroio Duro e ajudar a evitar a proliferação de algas e outros problemas ambientais e de saúde pública. Contamos com a colaboração de todos para proteger esse importante recurso hídrico e garantir um ambiente saudável para as gerações presentes e futuras”.


Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.