Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • globalway (1)
  • cq-01
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (2)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664

HOJE NA HISTÓRIA: morre Nelson Mandela, uma das grandes vozes pela igualdade mundial

Confira os principais fatos históricos do dia 5 de dezembro


Por Kathrein Silva Publicado 05/12/2023
 Tempo de leitura estimado: 00:00
Foto: Divulgação

O dia 5 de dezembro é marcado por diversos fatos históricos no Brasil e no mundo. Entre eles, a morte do compositor Mozart, morte do último imperador do Brasil Dom Pedro II, ocorre o inexplicável incidente do Triângulo das Bermudas, URSS e Afeganistão assinam “tratado de amizade” que, na verdade, levaria à guerra, morre Niemeyer, arquiteto que ajudou a construir a história moderna do Brasil e o adeus de Nelson Mandela, uma das grandes vozes pela igualdade mundial. Hoje na História é o um quadro do programa Manhã Show, da Clic Rádio, no ar de segunda a sexta-feira, das 10h às 11h30, através do aplicativo, redes sociais e Rádio Farol FM, de Arambaré.

1791

Morre o compositor Mozart com apenas 35 anos: no dia 5 de dezembro de 1791 morria, em Viena, na Áustria, o compositor austríaco Wolfgang Amadeus Mozart. Nascido em Salzburg no dia 27 de janeiro de 1756, ele era filho do violinista e compositor Leopold Mozart (1719-1787). Tanto Mozart quanto sua irmã mais velha, Maria Anna (1751-1829), foram prodígios. Aos cinco anos, ele começou a compor e fez sua primeira apresentação pública. Entre 1775 e 1777 compôs concertos para violino e suas primeiras sonatas para piano. Após a morte de sua mãe, em 1779, ele retornou a Salzburgo como organista da catedral. Deixou este cargo em 1781, foi morar com amigos e começou a carreira independente em Viena. Ele se casou com Constanze Weber, deu aulas de piano, escreveu “O Rapto do Serralho” (1782) e muitos de seus grandes concertos para piano. No final da década de 1780, ele havia conquistado sucesso com os quartetos de cordas dedicados a Haydn (que chamou Mozart de o maior compositor vivo), e as óperas “As Bodas de Fígaro” (1786), “Don Giovanni” (1787) e “Così fan tutte” (1790). Em seu último ano de vida, Mozart compôs a ópera “A Flauta Mágica” e “Réquiem” (inacabado).

1891

Morre em Paris Dom Pedro II, o último imperador do Brasil: morria no dia 5 de dezembro de 1891, em Paris, o último imperador do Brasil, Dom Pedro II. Vítima de uma pneumonia, faleceu aos 66 anos. Poucos anos antes de sua morte, ele teve que deixar o posto de imperador do Brasil por conta da proclamação da República, no dia 15 de novembro de 1889. Nascido no dia 2 de dezembro de 1825, no Palácio da Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro, Dom Pedro II assumiu o trono do país após a partida do pai, Dom Pedro I, para Portugal. Na época, tinha apenas seis anos e, até de fato assumir o poder, ficou sob a tutela de José Bonifácio de Andrade e Silva e depois do marquês de Itanhaém, Manuel Inácio de Andrade Souto Maior. Aos 15 anos, foi declarado maior de idade e acabou coroado como imperador do Brasil no dia 18 de julho de 1841, no Rio de Janeiro. Dois anos depois, casou-se com Teresa Cristina Maria de Bourbon. Eles tiveram quatro filhos, mas apenas Isabel e Leopoldina sobreviveram. No poder, Dom Pedro II precisou controlar diversas revoltas como a dos Liberais (1842), a Guerra dos Farrapos (1845) e a Insurreição Praieira (1848). Também durante o seu governo, o país esteve envolvido na guerra contra o Paraguai, entre 1864 e 1870.

1945

Ocorre o inexplicável incidente do Triângulo das Bermudas: O famoso acidente aéreo que deu origem à conhecida lenda do Triângulo das Bermudas acontecia em um dia como este, no ano de 1945. Nesta fatídica data, cinco bombardeios norte-americanos, com uma tripulação total de 14 pessoas, simplesmente desapareceram da face da Terra, sem deixar rastros, depois de decolar da Flórida para um voo de treinamento. Naquele dia, as condições meteorológicas eram ideais para o voo, portanto, ninguém imaginaria que poderia haver qualquer problema no retorno dos aviões. Depois de bombardear um navio naufragado, o instrutor de treinamento contatou a base de Fort Lauderdale para informar que suas bússolas não estavam funcionando. Depois de observar uma ilha, que ele acreditava ser a Ilha de Los Cayos, o piloto informou a localização. Tendo em conta o que foi repassado, a base deu o caminho de retorno, desviando os aviões, na realidade, por um erro inicial, para o Oceano Atlântico.

1978

URSS e Afeganistão assinam “tratado de amizade” que, na verdade, levaria à guerra: Em um esforço de apoio ao regime pró-soviético e impopular no Afeganistão, a União Soviética assinou um ” tratado de amizade” com o governo afegão para prestar assistência econômica e militar. O tratado, firmado em um dia como este, em 1978, apenas serviu para deixar os russos mais próximos do seu desastroso envolvimento na guerra civil afegã, entre o governo comunista apoiado pelos russos contra os rebeldes muçulmanos, os Mujahideen – que receberam apoio do Paquistão, Estados Unidos e Arábia Saudita. O conflito civil começou oficialmente em 1979.

2012

Morre Niemeyer, arquiteto que ajudou a construir a história moderna do Brasil: no dia 5 de dezembro de 2012 morria no Rio de Janeiro, aos 104 anos, o arquiteto Oscar Niemeyer, um dos mais conhecidos do mundo e grande ícone da arquitetura moderna.. Ele morreu vítima de uma infecção respiratória quando estava próximo de completar 105 anos, o que aconteceria no dia 15 de dezembro seguinte. Conhecido por suas estruturas de concreto armado, Niemeyer sempre disse que o mais importante no final das contas nada mais é do que a própria vida: ?é a gente se abraçar, conhecer as pessoas, haver solidariedade, pensar num mundo melhor, o resto é conversa fiada”. ?Minha lição para a arquitetura é ler romance, poesia, ficção, Simenon, e nada de livro técnico. A maioria dos meus projetos é resolvida pelo texto. Ler filósofos como Heidegger que dizia: a razão é inimiga da imaginação?, dizia Niemeyer. No decorrer de sua longa e bem sucedida jornada neste mundo, ele deixou obras espalhadas por países como França, Itália, Espanha, Estados Unidos, Israel e, obviamente, Brasil. Sua maior realização e que o deixou conhecido internacionalmente foi, sem dúvida, o ousado projeto de Brasília, um trabalho realizado em curto espaço de tempo – entre 1956 e 1960 – que não consistiu apenas em técnicas e números, mas que também teve filosofia e idealismo como alicerces. Além de Brasília, outras importantes obras são Palácio Capanema no Rio de Janeiro (o antigo Ministério da Educação e Cultura), Igreja São Francisco de Assis em Belo Horizonte, Sede das Nações Unidas (Nova York), Edifício Copan (São Paulo), Memorial da América Latina (São Paulo), Parque do Ibirapuera (São Paulo), Museu de Arte Contemporânea de Niterói, Museu Oscar Niemeyer (Curitiba).

2013

O adeus de Nelson Mandela, uma das grandes vozes pela igualdade mundial: o ex-presidente sul-africano, Nelson Mandela, faleceu aos 95 anos, segundo foi informado pelo atual presidente da África do Sul, Jacob Zuma. O presidente sul-africano manifestou em uma mensagem na televisão a todo o país: “Nossa nação perdeu seu pai. Nelson Mandela nos uniu e juntos, nós nos despedimos dele”. Zuma disse que Mandela se foi em paz, na sua casa de Johanesburgo, rodeado por seus familiares e seus amigos mais próximos. A morte ocorreu cerca das 20h50 hora local, depois de um longo estado de convalescência por uma infecção pulmonar. Conhecido como “Madiba” na África do Sul, Mandela foi considerado um dos maiores heróis da luta dos negros pela igualdade de direitos no país e foi um dos principais responsáveis pelo fim do regime racista do apartheid, vigente entre 1948 e 1993.

O portal Hoje na História é utilizado como fonte das informações.


  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (2)
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • globalway (1)
  • cq-01
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP