Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • cq-01
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45

Operação Golfinho alerta para cuidados nas praias gaúchas

A lagoa possui alguns riscos não visíveis como buracos e entulhos e devem ser cuidados


Por Redação/Clic Camaquã Publicado 28/01/2014
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Praias de águas internas são aquelas consideradas de água doce, caracterizadas por águas calmas de lagoas e rios.

No Litoral Sul, a área com cobertura da 44ª Operação Golfinho, os municípios de São Lourenço do Sul, Arambaré, Pelotas, Arroio Grande e Santa Vitória do Palmar fazem parte destas praias, onde o trabalho de prevenção também alerta os banhistas para os cuidados ao entrar na água. 

Conforme o coordenador da Operação Golfinho Águas Internas no Litoral Sul, tenente Antônio Marcelo da Silva Santos, as praias de águas internas têm uma abrangência de espaço de banho bem maior que as praias de água salgada. “O banhista entra e pode caminhar muitos metros com a água na barriga, delimitamos a área de banho para que em caso de afogamento possamos chegar o mais rápido possível na vitima”, ressaltando que é preciso a conscientização do banhista para respeitar a área de banho. 

“As pessoas ficam a uma distância de 200 a 300 metros da areia até a área estipulada para banho. A lagoa possui alguns riscos não visíveis como buracos e entulhos, e para quem não conhece o local ou não respeita a área de banho, estes exemplos podem causar o afogamento”, destaca o tenente, dizendo que a orientação é que antes de entrar na água as pessoas busquem a orientação dos salva-vidas. 

Salvamentos 
Conforme o coordenador das praias de águas internas, até o momento apenas um salvamento foi realizado em São Lourenço do Sul e nenhum óbito foi registrado em área de banho. “Nas praias de águas internas registramos oito óbitos em áreas onde não há presença de salva-vidas, ou seja, em áreas impróprias para o banho, como açudes e arroios”, ressaltou. 

“O número pequeno de salvamento e o registro negativo de óbito nos locais onde há presença de salva-vidas destaca o sucesso no trabalho de prevenção e demonstra a qualidade do efetivo que está trabalhando”, afirma o tenente.


  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • cq-01
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111