Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • cq-01
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111

Pedágios: Ministério dos Transportes apresenta proposta de prorrogação do contrato com a Ecosul

O ministro Renan Filho indicou que o valor poderia cair para algo em torno de R$ 9, mas sem novas obras, com prorrogação até 2029


Por Pablo Bierhals Publicado 08/02/2024
 Tempo de leitura estimado: 00:00
imagem 1280×720 – 2024-02-08T074830.046
Foto; Ronaldo Berwanger / Divulgação

O Ministério dos Transportes apresentou, em reunião na terça-feira (6), uma proposta de prorrogação do contrato da Empresa Concessionária de Rodovias do Sul – Ecosul, dona da concessão do Polo Rodoviário de Pelotas, com cinco pedágios. De Camaquã à Rio Grande, por exemplo, são três pedágios da empresa.

A proposta apresentada tem como objetivo prorrogar o contrato até 2029 e, com isso, diluir o valor das tarifas, podendo ser reduzida para algo em torno de R$ 9,00, mas sem novas obras.

O contrato atual encerra em março de 2026.

Os deputados federais Daniel Trzeciak (PSDB), Alexandre Lindenmeyer (PT), Afonso Hamm (PP), Alceu Moreira (MDB) e Pompeo de Mattos (PDT) participaram da reunião e, segundo a colunista Rosane de Oliveira, da GZH, esboçaram reações divididas sobre a proposta. De um lado, uma parte dos parlamentares considerou razoável a iniciativa. Outros deputados, porém, sinalizaram que preferem esperar até 2026, quando se encerra a concessão.

Lindenmeyer acredita ser necessária uma audiência pública antes de definir uma posição definitiva. Já Trzeciak, em vídeo publicado nas redes sociais, afirma que não é uma proposta razoável levando em consideração o histórico da concessão. Ele chega a afirmar que o valor deveria cair para R$ 2,00. Em plenário, Pompeu de Mattos também demonstrou sua contrariedade dizendo que a região de Camaquã e Pelotas está sofrendo com os altos valores.

Em dezembro, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) autorizou reajuste de 28% no pedágio da Ecosul, fazendo com que a tarifa para carros subisse de R$ 15,20 para R$ 19,60. O aumento causou indignação e protestos de políticos e empresários.


  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • globalway (1)
  • cq-01