Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • BANNER UNICRED 2
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • clarão—970×90
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • 970×90 (3)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494

Praça de pedágio em Camaquã pode ficar entre Vila São Carlos e posto da PRF, alerta vereador

Vinícios Araújo falou sobre os danos que novas praças de pedágios na rodovia podem trazer para a cidade e para toda a metade Sul do Estado


Por Redação Clic Camaquã Publicado 23/11/2022
Ouvir: 00:00
Praça de pedágio em Camaquã pode ficar entre Vila São Carlos e posto da PRF, alerta vereador
Praça de pedágio em Camaquã pode ficar entre Vila São Carlos e posto da PRF, alerta vereador

Um dos principais assuntos das últimas semanas têm sido a possibilidade de pedagiamento da BR-116 no trecho entre Camaquã e Porto Alegre, incluindo a possibilidade de haver uma praça de pedágio próximo ao perímetro urbano de Camaquã. O assunto também foi tema de entrevista no programa Bom Dia Camaquã desta quarta-feira, 23 de novembro, que recebeu o presidente da Câmara de Vereadores, Vinícios Araújo.

O parlamentar falou sobre os danos que novas praças de pedágios na rodovia podem trazer para a cidade e para toda a metade Sul do Estado. Um dos alertas trazidos por Araújo foi relacionado à localização de um destes pedágios.

Segundo ele, um dos locais que pode receber a praça de pedágio ficaria entre a Vila São Carlos e o conhecido posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o que obrigaria moradores a pagar pedágio até para se locomover dentro do município.

Para falar sobre o tema, a Comissão de Economia, Desenvolvimento Sustentável e do Turismo da Assembleia vai realizar nesta quinta-feira (24) uma audiência pública no auditório do IFSUL, em Camaquã.

O debate é uma parceria do Poder Legislativo e das Frentes Parlamentares em Defesa da Conclusão da Duplicação da BR 116 da Assembleia e de Camaquã, e será realizado às 19h, com cobertura completa do portal Clic Camaquã.

“A proposta pretende onerar ainda mais o transporte no Estado, colocando mais pedágios em estradas federais, o que vai custar caro aos motoristas. Para nossa região serão três pedágios. A BR-116 receberá mais cinco praças, sendo uma em Camaquã, uma na Barra do Ribeiro e três em Eldorado do Sul”, alertou a Câmara em nota.

Segundo o comunicado, quem estiver fazendo uma viagem entre Porto Alegre e Pelotas, não passará em todos. Das três praças de Eldorado do Sul, na BR-116, duas estarão posicionadas em locais para evitar fuga de pedágio, em alças da rodovia que obrigaram o motorista a pagar a tarifa.

Ainda conforme o presidente da Câmara, o debate precisa ser feito com participação popular e contar com a força de todas as representações políticas possíveis. Vinícios pediu que lideranças de toda a região se façam presentes no local.

Assista a entrevista completa e saiba mais:

Praça de pedágio em Camaquã pode ficar entre Vila São Carlos e posto da PRF, alerta vereador

De acordo com o proponente do debate, deputado estadual Zé Nunes (PT), Bolsonaro quer onerar ainda mais o transporte no Estado, colocando mais pedágios nas estradas federais o que vai custar caro aos motoristas. “Como presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Conclusão das Obras de Duplicação da BR 116, e usuário da rodovia, posso assegurar que a Metade Sul do RS não suporta este custo”, garantiu.

“Para nossa região serão três pedágios. A BR-116 receberá mais cinco praças, sendo uma em Camaquã, uma na Barra do Ribeiro e três em Eldorado do Sul. Mas quem estiver fazendo uma viagem entre Porto Alegre e Pelotas, não passará em todos. Das três praças de Eldorado do Sul, na BR-116, duas estarão posicionadas em locais para evitar fuga de pedágio, em alças da rodovia que obrigarão o motorista a pagar a tarifa”, explicou Zé Nunes, comentarista do programa Campo em Dia, da ClicRádio.

A tarifa de pedágio em trechos de pista simples será de R$ 11,54 para carros. Já nas rodovias com pista dupla, o montante para estes veículos poderá chegar a R$ 16,15. Se confirmado o preço na licitação, será o pedágio mais caro do Estado. A Ecosul cobra R$ 12,30 para carros na concessão da BR-392 e da BR-116, no Sul do Estado.


  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • BANNER UNICRED 2
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • clarão—970×90
  • 970×90 (3)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • globalway (1)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)