Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • banner felice 2
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • _26345 banner topo 970×90 px (PNG)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • globalway (1)
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494

Eduardo Leite lamenta ódio nas redes sociais e fala sobre pré-candidatura ao Governo do RS: “Não vou me omitir”

Ex-governador e pré-candidato ao Governo do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite concedeu entrevista à ClicRádio nesta quinta


Por Redação Clic Camaquã Publicado 07/07/2022
 Tempo de leitura estimado: 00:00
Governador Eduardo Leite vem a Camaquã para o início das obras do hospital
Governador Eduardo Leite vem a Camaquã para o início das obras do hospital

Ex-governador e pré-candidato ao Governo do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite concedeu entrevista à ClicRádio nesta quinta-feira, 7 de julho, durante agenda no município de Camaquã. Ele visitou as dependências do Clic Camaquã junto à uma comitiva de lideranças locais e regionais e falou sobre as Eleições de 2022.

O representante do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) trouxe um breve relato sobre alguns pontos do seu Plano de Governo, sobre possível aliança com o Movimento Democrático Brasileiro (MDB) e sobre o cenário político, tanto Estadual quanto Nacional.

Ele esteve acompanhado dos correligionários Daniel Trzeciak (Daniel da TV), deputado Federal; Ivo de Lima Ferreira, prefeito de Camaquã; Abner Dillmann, vice-prefeito de Camaquã; Luciano Pereira Dias, vereador de Camaquã e Neco Puschnerat, também vereador de Camaquã.

No início de sua participação, ele falou sobre sua trajetória política e suas ações como Governador do Rio Grande do Sul:

“Tive a oportunidade de ser governador do Rio Grande do Sul, um estado que assumimos com uma grave crise fiscal, não conseguia nem pagar os salários em dia, e que entregamos com as contas em dia, com as dívidas que recebemos de outros governos, quitadas, e abrindo oportunidades para novos investimentos”, iniciou.

Na área financeira, o ex-governador destaca que a principal preocupação é sempre com a dívida do Estado com a União. Segundo ele, foi possível observar que outros candidatos defenderam até mesmo interromper o pagamento. Leite vê isso como uma maneira de ignorar um problema real:

“Parar de pagar a dívida com a união é uma solução de curto prazo, abrindo um buraco, um rombo lá na frente. A gente precisa resolver essa dívida com a união, e não jogar para debaixo do tapete”, destacou.

Ainda com relação à economia gaúcha, ele destacou que o Rio Grande do Sul passou por um período em que vivia esperando apenas entrar no próximo mês sem colapsar. Leite destaca que o pagamento em dia dos servidores foi um dos primeiros focos para equilibrar as contas e “voltar a planejar”.

Assista a entrevista completa:

Uma das principais falas do pré-candidato foi relacionada à polarização da política à nível Nacional e a preocupação para que isso não ‘contamine’ a eleição ao Governo do Rio Grande do Sul:

“O Estado, chegando próximo ao período eleitoral, corre o risco de replicar a polarização Nacional, que eu acho muito negativa. É possível fazer política de forma acertiva, com firmeza para solucionar os problemas, com reformas financeiras, privatização de empresas públicas, são temas difíceis e complexos, as vezes até antipáticos, mas conseguimos fazer isso sem passar por cima de ninguém”

Questionado pelo apresentador Elias Bielaski com relação aos ataques sofridos através das redes sociais, Leite conta que sua permanência na política também se acontece para combater estes mesmos ataques:

“A gente resiste. Infelizmente a política vive um período difícil, de radicalização, parece que muitos políticos querem vencer convencendo que seu adversário é pior, e não de que ele é melhor, despertando o pior das pessoas. Eu quero ganhar porque o meu projeto é melhor. Vou falar bem do meu projeto, vou falar bem de mim”, relatou.

Ele lamentou que nas redes sociais, os discursos de ódio sigam ganhando força e contribuindo para uma maior polarização das discussões políticas, muitas vezes fugindo do campo das ideiais e seguindo apenas com ataques.

“A gente busca ter força para resistir a esses ataques. Eu não sou candidato a mito, não sou candidato a salvador da pátria, nem sou super-herói: sou um ser humano. Tenho minhas frustrações na política e eventualmente os ataques dóem, machucam. Mas imediatamente que um ataque me faça sentir alguma dor ou frustração, eu penso que é exatamente por isso que tenho que continuar […] para não entregar de mão beijada para aqueles que fazem política desta forma. Se a gente se omitir […] estamos deixando espaço para ser ocupado por estas pessoas.”

Durante o ano de 2022, a possibilidade da candidatura de Leite à presidência da República foi um dos principais temas que movimentaram as discussões dentro do PSDB, fato que acabou não se confirmando. Sobre o sonho de ser presidente, Leite foi enfático:

“Estou na política com um sentimento de missão. Uma vez um jornalista de uma TV comunitária me perguntou se eu gostaria de ser presidente. Perguntar isso para um político que foi prefeito e governador, é a mesma coisa que perguntar para um jornalista se ele deseja apresentar o telejornal no horário nobre. É natural, só que não depende só da gente, depende das circunstâncias da política no momento Nacional”


  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • _26345 banner topo 970×90 px (PNG)
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • banner felice 2
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • TEXEIRA GÁS ultragaz