Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • globalway (1)
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • _26345 banner topo 970×90 px (PNG)
  • banner felice 2
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19

BOLSONARO: Primeira vez que um presidente pede o impeachment de um ministro do STF

Bolsonaro apresentou ao Senado, na noite desta sexta-feira (20), um pedido de impeachment contra Alexandre de Moraes, ministro da Corte


Por Eduardo Costa Publicado 21/08/2021
 Tempo de leitura estimado: 00:00

O presidente Jair Bolsonaro apresentou ao Senado, na noite desta sexta-feira (20), um pedido de impeachment contra Alexandre de Moraes, ministro da Corte. A ação ocorreu horas depois de o magistrado ter autorizado busca e apreensão de documentos e aparelhos eletrônicos de 10 bolsonaristas. Essas pessoas ligadas ao Presidente Bolsonaro estariam envolvidas na organização de uma manifestação para o dia 7 de Setembro. Entre as reivindicações, a destituição dos 11 ministros do Supremo.

É a primeira vez na história da República que um presidente pede o afastamento de um ministro do STF. Em nota, a Corte repudiou o ato do Presidente Bolsonaro. “O Estado democrático de direito não tolera que um magistrado seja acusado por suas decisões, uma vez que devem ser questionadas nas vias recursais próprias, obedecido o devido processo legal”, destacou. A nota afirma ainda que o STF manifesta total confiança na independência e imparcialidade do ministro Alexandre de Moraes.

Investigados

A decisão de Moraes atingiu o deputado Otoni de Paula (PSC-RJ), ex-vice-líder do governo na Câmara, e o cantor Sérgio Rei, que passarão a ser investigados pelo Supremo. A subprocuradora-geral da República e Moraes suspeitam de que a mobilização dos envolvidos no caso indique a atividade de uma organização com objetivo criminoso. O grupo tinha até iniciado uma “vaquinha” para juntar os recursos necessários ao financiamento do ato no feriado da Independência. Por meio de uma chave Pix, os organizadores receberam diversas doações particulares.


  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • banner felice 2
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • _26345 banner topo 970×90 px (PNG)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19