Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • banner felice 2
  • _26345 banner topo 970×90 px (PNG)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335

URGENTE: Júri aceita tese da defesa e jovens que agrediram adolescente em Camaquã são liberados

Após 12 horas de julgamento, o júri deliberou que não houve tentativa de homicídio, acolhendo a tese da defesa


Por Redação/Clic Camaquã Publicado 30/08/2021
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Nesta segunda-feira, 30 de agosto, a reportagem do Clic Camaquã acompanhou com exclusividade um júri popular que teve desfecho no começo desta noite. No dia de hoje, o Juiz de Direito Felipe Valente Selistre conduziu o júri popular de dois jovens, os quais inicialmente eram julgados por tentativa de homicídio, tese que acabou não se confirmando.

Concorra a um rancho do Macro Atacado Krolow <

Após 12 horas de julgamento, o júri deliberou que não houve tentativa de homicídio, acolhendo a tese da defesa e desclassificando o crime para lesões corporais gravíssimas. 

Os dois acusados estavam presos preventivamente no Presídio Estadual de Camaquã desde a data do fato, em abril de 2020. Com a decisão, eles serão liberados.

Os dois foram liberados porque foram condenados a pena em regime aberto, situação em que não cabe prisão preventiva, razão pelo que a prisão somente pode acontecer após o trânsito em julgado da sentença condenatória. Além disso, o período em que estiveram presos foi descontado da pena que ainda devem cumprir. 

O regime aberto admite a substituição da pena por penas restritivas de direitos,  como multa, prestação de serviço comunitário, limitação de finais de semana, reparação do dano da vítima, etc. Neste caso, eles ficariam em período de acompanhamento do comportamento e cumprimento de pelo menos duas dessas penas alternativas.

Os acusados foram representados pelos advogados de defesa Luciano Miranda de Freitas, Saul Kazanowski, Vinicius Rocha e Ricardo César Cidade.

A acusação ficou a cargo do Promotor de Justiça Francisco Saldanha Lauenstein. Vinte e cinco pessoas foram convocadas para atuar como jurados. Depois de um sorteio, sete delas foram dirigidas para a tribuna. 

Receba as notícias do Clic pelo WhatsApp <

Da decisão, ainda cabe recurso.

O vídeo

Identificação e interrogatório

No dia 15 de maio de 2020, a delegada Vivian Sander Duarte comunicou a identificação dos suspeitos de agredirem um jovem no Centro de Camaquã. A agressão foi flagrada por câmeras de videomonitoramento e divulgadas à imprensa no dia 14 de maio do mesmo ano, com a intenção de identificar os agressores.

Inscreva-se no canal do Clic no YouTube <

Após a veiculação, a Polícia recebeu informações de uma pessoa que não quis se identificar, que informou o nome de dois possíveis suspeitos. Após identificação dos dois indivíduos, a Delegacia de Polícia de Camaquã intimou e interrogou os suspeitos. O terceiro identificado é adolescente e também prestou informações, acompanhado de responsável.

De acordo com as versões dos suspeitos, naquela noite eles estavam na praça Zeca Neto bebendo, quando apareceu um quarto indivíduo, o qual bebeu com eles e, na sequência, tentou furtar o telefone celular do adolescente.

Ele não chegou a subtrair o telefone, pois foi advertido pelos presentes. Então, o indivíduo largou o aparelho de telefone celular e fugiu.

Depois de um tempo, os suspeitos saíram da praça e encontraram a vítima e, por estarem com raiva da tentativa de furto sofrida anteriormente, resolveram descontar a raiva, de forma aleatória, na primeira pessoa que viram. 

Baixe agora o aplicativo da ClicRádio <

No vídeo, é possível ver a vítima que passava em frente à lotérica Tesouro Escondido quando foi abordada por três rapazes na avenida Olavo Moraes, no Centro de Camaquã. Com um soco, um deles derrubou a vítima, que recebeu socos e chutes quando já estava caído no chão.

A vítima

A vítima, após o ataque dos três indivíduos, ficou cerca de um mês com dificuldades para se alimentar, pois não podia mastigar.

Ele perdeu o emprego e até hoje sente dores fortes na cabeça devido as agressões.

Concorra a um rancho do Macro Atacado Krolow <

A vítima teve traumatismo craniano, afetando pelo menos três lugares da face.


  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • banner felice 2
  • _26345 banner topo 970×90 px (PNG)
  • globalway (1)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)