Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • cq-01
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP

Suspeitos de contrabando de soja presos planejavam matar repórter da RBS TV

O jornalista Giovani Grizotti revelou a fraude com flagrantes da ação das quadrilhas em 2022


Por Pablo Bierhals Publicado 06/12/2023
 Tempo de leitura estimado: 00:00
Foto: Ronaldo Bernardi/Agência RBS

A Polícia Federal deflagrou uma operação que combate o contrabando de grãos na Fronteira do Rio Grande do Sul com a Argentina nesta terça-feira (5). A ação resultou na prisão de dois suspeitos que pretendiam matar o repórter Giovani Grizotti, da RBS TV. A polícia interceptou mensagens trocadas pelos dois investigados que revelam o plano.

Na conversa, um dos suspeitos afirma que as reportagens do jornalista “forçam a polícia a ir atrás”, ou seja, a investigar os crimes. O outro, então, sugere mandar matar o repórter. Ele recebe como resposta que o suposto assassinato melhoraria o esquema. Grizotti revelou a fraude com flagrantes da ação das quadrilhas.

Em outubro de 2022, Giovani Grizotti mostrou, no RBS Notícias e no Jornal Nacional, da TV Globo, o esquema do contrabando de soja na fronteira do RS com a Argentina, com flagrantes da ação das quadrilhas e revelando a fraude nas notas para “esquentar” as cargas.

No lado argentino da fronteira, a soja foi vista sendo colocada nos barcos com uma espécie de escorregador. A travessia é feita pelo Rio Uruguai até chegar no Brasil, na cidade de Tiradentes do Sul, no Noroeste do estado. Conforme reportagem da GZH, diversos portos clandestinos estão abertos nas margens do rio para garantir o contrabando.

Os nomes dos presos na operação não foram divulgados pela PF. O caso tramita em segredo de Justiça.


  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • cq-01
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • globalway (1)