Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • globalway (1)
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • WhatsApp Image 2024-04-02 at 17.18.51
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • UNIFIQUE CMQ – Banner 970x90px
  • cq-01
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335

Leandro Boldrini se classifica para fazer residência médica em Santa Maria

Ele foi condenado pela morte do filho, Bernardo, ocorrida em 2014


Por Pablo Bierhals Publicado 14/03/2024
 Tempo de leitura estimado: 00:00
imagem 1280×720 – 2024-03-14T074402.809
Foto: Jonathan Heckler / Agencia RBS

Leandro Boldrini, que cumpre pena no regime semiaberto no Presídio Regional de Santa Maria após ser condenado pela morte do filho, Bernardo, foi selecionado para o programa de residência médica do Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM), mantido pela UFSMO médico foi chamado pelo edital do processo seletivo na terça-feira (12) e deveria confirmar a vaga até quarta-feira (13). Não há informação sobre a confirmação.

Apesar da condenação, não há nenhuma restrição legal que impeça Boldrini de exercer a medicina.

O advogado de Boldrini, Ezequiel Vetoretti, disse que “o fato diz respeito à assunto pessoal” do cliente. O Conselho Regional de Medicina do RS (Cremers) preferiu não se manifestar sobre o caso.

Em janeiro, Boldrini já tinha tentado ingressar na residência médica em coloproctologia, também pela UFSM. O médico ficou em quarto lugar, mas havia somente uma vaga em disputa.

Leandro Boldrini foi condenado a 31 anos e oito meses de prisão pela morte do filho. O crime ocorreu em abril de 2014, em Três Passos, no Noroeste do Estado. 


  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • cq-01
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • UNIFIQUE CMQ – Banner 970x90px
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • WhatsApp Image 2024-04-02 at 17.18.51
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • TEXEIRA GÁS ultragaz