Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • globalway (1)
  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • cq-01
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP

Cinco pessoas são presas suspeitas por envolvimento na morte da estudante da UFRGS

Sarah Silva Domingues, de 28 anos, estudante da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) foi assassinada no dia 23 de janeiro enquanto fazia um trabalho de faculdade na rua do Pescador em Porto Alegre


Por Kathrein Silva Publicado 06/02/2024
 Tempo de leitura estimado: 00:00
Design sem nome – 2024-02-06T084734.432
Foto: Polícia Civil/ divulgação

Cinco pessoas foram presas nesta terça-feira (6) por suspeita de envolvimento na morte da estudante Sarah Silva Domingues, de 28 anos, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), que foi assassinada no dia 23 de janeiro enquanto fazia um trabalho de faculdade na rua do Pescador em Porto Alegre.

No dia, por volta das 19h30, a estudante foi atingida por vários disparos vindos de homens que passavam em uma moto pelo local, e não resistiu. Segundo as investigações, o alvo seria o dono de um mercadinho  Valdir dos Santos Pereira, 53 anos, que também foi morto no mesmo ataque.

Os presos seriam o mandante do assassinato, dois executores e outras duas pessoas que teriam envolvimento com o crime. As prisões ocorreram em meio à Operação Flor de Lótus. Os mandados foram cumpridos em diferentes endereços de Porto Alegre e Região Metropolitana. 

Quem era Sarah

A estudante Sarah Silva Domingues nasceu em Cotia, na região metropolitana de São Paulo. Se mudou para Porto Alegre em 2015, após passar no vestibular de Arquitetura e Urbanismo. Na capital, morou na casa do estudante e passou a se destacar em movimentos de lutas por direitos.

Aos 28 anos, estava prestes a se formar e estava finalizando o trabalho de conclusão do curso (TCC), em que estudava as enchentes na região das ilhas de Porto Alegre. Na tarde do dia 23 de janeiro, fazia pesquisa de campo na Ilha das Flores. Depois dali, voltaria para a casa onde morava com o namorado há cerca de sete meses. O casal, que vinha planejando uma festa de casamento após a formatura de Sarah, já tinha planos para aquela noite.

O corpo de Sarah foi velado em meio a centenas de amigos e colegas, no prédio da Faculdade de Arquitetura da UFRGS, mesmo local onde ela teria uma reunião com a orientadora do TCC naquela tarde. 

Amigos e colegas conseguiram arrecadar recursos para pagar o traslado do corpo da jovem ao Estado de São Paulo. Uma vaquinha foi realizada pelas redes sociais para arrecadar cerca de R$ 24 mil.


  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • cq-01
  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP