Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • clarão—970×90
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • 970×90 (3)
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • BANNER UNICRED 2

Polícia deflagra operação contra corrupção em Canela

Agentes cumpriram 218 medidas judiciais


Por Redação Clic Camaquã Publicado 14/12/2022
Ouvir: 00:00
Foto: Divulgação/PC

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Canela, deflagrou na manhã desta quarta-feira (14), a 10ª fase da Operação Caritas. A ação investiga corrupção em parte do poder público da cidade.

Os policiais cumprem, simultaneamente, 218 medidas judiciais principalmente em Canela, mas também em Porto Alegre, Marau e Tijucas, no Estado de Santa Catarina. Entre as medidas cumpridas, estão 2 prisões preventivas, 3 afastamentos cautelares de servidores públicos, 29 mandados de busca e apreensão, mais de uma centena de quebras de sigilo, apreensões de 5 veículos, bloqueios de 10 contas bancárias, sequestro de 2 imóveis, proibição de contratação com o poder público para 22 pessoas jurídicas e físicas, entre outras. 

Nesta 10ª etapa, a Operação Caritas se concentra na Secretaria Municipal de Turismo de Canela. De acordo com o Delegado Vladimir Medeiros, , o esquema instalado na Secretaria Municipal de Turismo realizava contratações de empresas por inexigibilidade de licitações, as quais, após receberem os valores pagos pela Prefeitura Municipal em contratos, repassavam parte da quantia a agentes e servidores públicos da própria Pasta.

A investigação policial apurou, inclusive, pagamentos diversos feitos diretamente na conta dos investigados ou aquisição de bens, como imóvel e veículo, por parte dos empresários contratados pelo Executivo Municipal para a realização de eventos na cidade.

A Polícia Civil verificou, ainda, esquema ilegal em que empresários da região patrocinavam eventos e reformas em prédios públicos de Canela, realizando os pagamentos, no entanto, em contas particulares ou das empresas de que sócios ocultos e servidores.

A investigação, iniciada em novembro do ano passado, apura, ao todo, a participação de 48 pessoas no esquema, sendo 27 físicas e 21 jurídicas, entre servidores públicos, empresas e empresários do ramo de turismo e eventos.

Foram apuradas possíveis irregularidades em pagamentos e contratos que somam cerca de R$ 2,8 milhões.

Nesta manhã, foram cumpridas buscas em 29 endereços, sendo 26 deles em Canela, incluindo prédios públicos, como a Prefeitura Municipal e a Secretaria de Turismo, além de empresas e residências na cidade.

Foram presos um ex-agente público lotado na Secretaria de Turismo e dois empresários do ramo de eventos. Outros três servidores públicos lotados na Secretaria Municipal de Turismo foram afastados cautelarmente.

Dois imóveis localizados em Canela foram sequestrados pela Polícia Civil, tornando-se indisponíveis. Um deles se trata de um apartamento avaliado em mais de R$ 1 milhão. Outro, uma casa, avaliada também em mais de R$ 1 milhão.

Ao todo, 90 policiais civis participaram da operação policial.


  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • clarão—970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • BANNER UNICRED 2
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • globalway (1)
  • 970×90 (3)