Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • TEXEIRA GÁS ultragaz

PF prende em flagrante estrangeiro investigado por abuso sexual infantojuvenil

O investigado é uruguaio, reside no Brasil e já foi condenado em seu país por crimes de armazenamento e compartilhamento de material de abuso sexual infantojuvenil


Por Pablo Bierhals Publicado 03/06/2024
Ouvir: 00:00
polícia clic polícia clic polícia clic plantão policial urgente
FOTO: PLANTÃO POLICIAL/CLIC CAMAQUÃ

A Polícia Federal deflagrou a Operação Wotan, para reprimir o abuso sexual infantojuvenil na região de Santana do Livramento, no Rio Grande do Sul. Na ação, policiais federais cumpriram um mandado de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva. O investigado também foi preso em flagrante pelo crime de armazenamento de conteúdo envolvendo abuso sexual infantojuvenil.

A Operação Wotan teve início em abril de 2024, a partir de notícia de crime encaminhada à Polícia Federal sobre o armazenamento e compartilhamento de vídeos e fotos de abuso sexual infantojuvenil, suspeitas de favorecimento da prostituição e aliciamento de crianças, além da produção de imagens com cenas envolvendo crianças e o possível abuso sexual de uma criança.

O investigado é uruguaio, reside no Brasil e já foi condenado em seu país por crimes de armazenamento e compartilhamento de material de abuso sexual infantojuvenil. Recentemente, investigação da Polícia Civil apurava denúncia de que ele estaria aliciando pessoas da região para que permitissem a exploração sexual de seus filhos e filhas.

A ação ocorreu na última semana, durante o maio laranja, mês considerado de conscientização e combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes.


  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335