Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • globalway (1)
  • WhatsApp Image 2024-04-02 at 17.18.51
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • cq-01
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)

Operação Ágata Conjunta Sul: “Fronteira Segura para Todos”

A operação ocorre nas regiões Sul do Brasil, abrangendo os estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul


Por Redação/Clic Camaquã Publicado 10/07/2023
 Tempo de leitura estimado: 00:00
Operação Àgata Conjunta Sul Foto: Polícia Civil RS

Desde o dia 1º de julho, está em andamento a Operação Ágata Conjunta Sul, a maior ação de combate aos crimes transfronteiriços realizada em 2023. A operação ocorre nas regiões Sul do Brasil, abrangendo os estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

A Ágata Conjunta Sul é uma iniciativa interagências coordenada pelo Ministério da Defesa, com o objetivo de realizar ações preventivas e repressivas na fronteira terrestre e marítima contra delitos transfronteiriços e ambientais. A operação conta com a participação de diversos órgãos de segurança e fiscalização federais e estaduais, em uma cooperação que visa fortalecer a segurança nas fronteiras.

A Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro, a Força Aérea Brasileira, a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal, a Receita Federal, a Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), a Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL), as Secretarias de Segurança Pública, Polícias Militares, Polícias Civis, Corpo de Bombeiros Militares e Secretarias de Agricultura dos estados da Região Sul são alguns dos órgãos que integram a Operação Ágata.

Além disso, neste ano, a operação está sendo realizada de forma inédita em coordenação com os Exércitos do Paraguai e do Uruguai. As mesmas ações executadas no Brasil estão ocorrendo nas regiões de fronteira desses países vizinhos, fortalecendo a cooperação internacional no combate aos crimes transnacionais.

Os crimes transnacionais, como tráfico de drogas, armas, descaminho e crimes ambientais, têm um impacto direto na violência das cidades fronteiriças, com repercussões nas grandes capitais do país. O sucesso da Operação Ágata Conjunta Sul depende da participação efetiva da população, visando garantir uma fronteira segura para todos.

O controle e a coordenação de todas as ações da operação estão centralizados no Centro de Coordenação de Operações (CCOP) do Comando Militar do Sul (CMS), localizado em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. O Comando Conjunto Sul, montado no CCOP, é responsável por receber e coordenar em tempo real todas as atividades da Operação Ágata Conjunta Sul.

A Operação Ágata Conjunta Sul representa um esforço conjunto das forças de segurança e fiscalização para combater os crimes transfronteiriços e ambientais, buscando fortalecer a segurança nas regiões de fronteira do Sul do Brasil. A ação inédita em parceria com os Exércitos do Paraguai e do Uruguai demonstra o compromisso na cooperação internacional no enfrentamento desses desafios.

Fonte: Polícia Civil RS


  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • WhatsApp Image 2024-04-02 at 17.18.51
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • cq-01
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19