Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • _26345 banner topo 970×90 px (PNG)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • globalway (1)
  • banner felice 2

Nunca diga ao seu filho “a polícia vai te levar”: Tenente explica importância da BM ser parceira da comunidade

Neste final de semana ocorreu a Festa do Colono e os policias da Força Tática da Brigada Militar estiveram acompanhando o evento


Por Redação Clic Camaquã Publicado 25/07/2022
 Tempo de leitura estimado: 00:00
Foto: Eduardo Costa/ Clic Camaquã

Arma em punho, sirene ligada e o uso de força em casos extremos. Com o lema servir e proteger, os policiais são preparados para enfrentar todos os tipos de situações. No entanto, quando encontra uma criança desprotegida, percebe que o atendimento precisa ser mais humano, unindo razão com o coração.

Neste final de semana, 23 e 24 de julho foi realizado a Festa do Colono na Santa Auta e os policias da Força Tática da Brigada Militar estiveram acompanhando o evento. Uma cena chamou a atenção de todos, quando um menino ficou com medo de se aproximar dos policiais.

O Tenente Moreira conversou com o menino e contou a ele um pouco sobre o seu trabalho e a importância do policial para a segurança de todos. Após a conversa, o policial procurou o menino no segundo dia do evento e o presenteou com um carrinho. O gesto do Tenente sensibilizou a todos.

“É muito importante que os pais expliquem o trabalho da polícia para os seus filhos” citou o Tenente.

É bastante comum que no processo de educar os filhos, pais e mães usem de alegorias como ‘monstros’ para evitar que a criança vá a algum lugar, ou sugerindo machucados mais sérios para que os pequenos não subam em lugares altos, ou que parem com brincadeiras que possam machucar. Utilizar de ameaças e medo é culturalmente aceito – muito por ser algo passado entre as gerações -, mas pode ter efeito negativo na hora de instruir.

Dentre essas prática, uma bem utilizada por algumas famílias é usar a polícia para que a criança faça algo ou deixe de fazer. No caso desse tipo de ameaças utilizando a polícia, o problema está na abordagem pela mentira. Onde a criança pode estar em uma situação de perigo e deixará de pedir ajuda aos profissionais.

O aspecto negativo das ameaças acontece porque, em geral, os responsáveis podem pensar que as crianças não têm consciência do ambiente onde estão. “Os pequenos têm emoções, sentimentos, e percebem o que acontece em volta. Sendo assim, o melhor caminho é sempre conversar utilizando a verdade”, explica a psicopedagoga Evelise Portilho, em uma entrevista a Gazeta do Povo.

“É tudo questão de como se fala. A mesma informação pode ser passada, mas de forma mais amigável e sem medo”, completa.


  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • banner felice 2
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • _26345 banner topo 970×90 px (PNG)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)