Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • BANNER UNICRED 2
  • 970×90 (3)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • globalway (1)
  • clarão—970×90
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)

Mãe e avó são presas por maus-tratos contra criança autista no RS

As duas mulheres foram acusadas de agredirem menino, de 11 anos, no bairro Guajuviras, em Canoas, na Região Metropolitana


Por Redação Clic Camaquã Publicado 18/11/2022
Ouvir: 00:00
Foto: Ilustrativa/ Polícia Civil

Mãe e avó de criança autista são presas em flagrante por maus-tratos nesta quinta-feira (17) pela Polícia Civil. As duas mulheres foram acusadas de agredirem menino, de 11 anos, no bairro Guajuviras, em Canoas, na Região Metropolitana.

Os policiais foram chamados pelo Conselho Tutelar, após o conselheiro não conseguir acessar a residência nem conversar com as duas mulheres. A dupla, ao perceber a chegada do agente, se escondeu dentro de casa e trancaram a criança.

Conforme a polícia, foram feitas novas tentativas de contato – inclusive por ligações telefônicas, mas, sem sucesso. Os policiais decidiram, então, invadir a residência.

O menino, de 11 anos, foi resgatado e encaminhado para uma análise médica. A médica que fez o atendimento confirmou a presença de lesões novas e antigas. Em depoimento, a criança, que é autista, confirmou aos policiais que apanhava da mãe e da avó.

“Ele era agredido de forma recorrente. Os vizinhos fizeram a denúncia e filmaram a agressão, foram muito organizados. A situação se repetia com frequência. Nós saímos do local aplaudidos pelos moradores”, revelou o delegado Pablo Rocha, que atendeu a ocorrência.

As duas mulheres foram presas em flagrante e autuadas. Elas responderão pelo crime de maus-tratos e por impedir o trabalho do Conselho Tutelar. O pai do menino, que é separado da mãe, foi notificado pelo Conselho Tutelar sobre o ocorrido.

Em respeito ao Estatuto da Criança e do Adolescente, o nome da rua onde aconteceu o fato não foi informado para não identificar a vítima nesta reportagem

*Fonte: GZH.


  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • 970×90 (3)
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • BANNER UNICRED 2
  • clarão—970×90