Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • clarão—970×90
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • 970×90 (3)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • BANNER UNICRED 2
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)

Lei Seca 15 anos: direção com álcool resulta em mais de 11,5 mil autuações neste ano

Segundo a PRF, em 2022, foi registrado o maior número de testes de alcoolemia desde 2011


Por Redação Clic Camaquã Publicado 20/06/2023
Ouvir: 00:00
Foto: Divulgação/PRF

O Brasil celebra nesta segunda-feira (19), os 15 anos de criação da lei que incluiu no Código de Trânsito Brasileiro a tolerância zero à mistura álcool e direção e outras substâncias capazes de alterar a forma de condução dos veículos. 

Popularmente conhecida como Lei Seca, a mudança eliminou a tolerância que, até então, não previa punição a motoristas que dirigissem após o consumo de pequenas quantidades de álcool.

A partir da mudança, conduzir veículos em via pública com qualquer teor de álcool no organismo passou a caracterizar infração de trânsito gravíssima, com multa de R$ 2.934,70 e suspensão da Carteira Nacional de Habilitação por 12 meses.

Confira um levantamento apresentado pela Polícia Rodoviária Federal, sobre a evolução desta lei através dos 15 anos de execução no país.

Testes e autuações feitas pela PRF (2011 a 2022): 

AnoTestes realizadosAutuações por consumo de álcool
201193.9223.963
2012648.29125.051
20131.515.16533.593
20141.017.71620.820
20151.999.60421.776
20161.939.93716.284
2017896.75717.640
20181.708.79716.661
20192.482.43917.157
2020893.1079.108
2021420.5028.186
20222.889.99211.750

Fonte: Diretoria de Operações da PRF

Em 2022, a PRF registrou o maior número de testes de alcoolemia feitos nas rodovias desde 2011. O número de testes de 2022, foi mais de 30 vezes maior que a quantidade de aferições computadas no ano de inauguração da medição pelo equipamento. 

O número de autuações por consumo de álcool – quando o motorista aceita fazer o teste após ter ingerido bebida alcoólica – apresentou consideráveis oscilações nos últimos 11 anos. No ano de inauguração dos testes com o etilômetro, foram realizadas apenas 3.963 autuações. Já em 2012, ano seguinte, foram mais de 25 mil ocorrências. Em 2022, esse número foi de 11.750 autuações, menos da metade dos flagrantes registrados em 2012.

Entre os motivos prováveis para a queda neste índice estão a presença da PRF nas rodovias com o aumento da fiscalização e uma possível mudança no comportamento dos motoristas no sentido de uma maior conscientização quanto aos riscos de ingerir bebidas alcoólicas antes de dirigir.

 Prisões por embriaguez feitas pela PRF (2008 a 2022):

AnoPrisões
20085.987
20099.037
20109.929
20118.501
20128.159
201310.204
20145.497
20154.345
20166.959
20172.745
20185.803
20196.260
20205.863
20214.808
20225.640

Fonte: Diretoria de Operações de PRF

As prisões por embriaguez efetuadas pela PRF desde o ano de 2008, apresentaram oscilação considerável dentro do período.

Entre os anos de 2009 e 2013, estão as maiores quantidades, variando entre 8.159 prisões, em 2009, e 10.204, no ano de 2013.

A partir daí, o número de ocorrências dessa natureza apresentou queda e se manteve entre a casa das 4 mil e das 6 mil prisões por ano, com exceção do ano de 2017, em que foram efetuadas somente 2.745 prisões por embriaguez ao volante.

Queda no número de acidentes

O aumento das abordagens e dos testes de alcoolemia têm impacto direto em um dos principais índices de monitoramento estabelecidos pela PRF em relação à segurança viária: o número de acidentes provocados pelo consumo de álcool.

AnoAcidentes provocados pelo consumo de álcool
20176.448
20185.205
20195.420
20205.078
20214.533
20223.651

Fonte: Diretoria de Operações da PRF

Comparado a 2017, o ano passado teve redução de 43,38% no número de acidentes relacionados ao consumo de bebidas alcoólicas.

Conforme a PRF, pressupõe-se que o reflexo no número de acidentes seja consequência da intensificação do trabalho nas rodovias, especialmente no combate à “embriaguez” ao volante, e dos esforços de educação e conscientização empreendidos pelo órgão em parceria com outras entidades.

Fonte: PRF


  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • 970×90 (3)
  • clarão—970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • BANNER UNICRED 2
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • globalway (1)