Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (2)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • cq-01
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335

Golpistas comercializam CNH falsa na internet

CNHs falsas são oferecidas por valores entre R$ 75 e R$ 200 na internet; Um condutor foi preso usando um aplicativo falso enquanto dirigia na BR-116 na semana passada


Por Pablo Bierhals Publicado 10/01/2024
 Tempo de leitura estimado: 00:00
2023 (48)
Foto: RBS TV/Reprodução

Um homem foi preso com Carteira Nacional de Habilitação (CNH) digital falsa na BR 116, em Barra do Ribeiro, na semana passada. O fato foi investigado pelo Grupo de Investigação da RBS (GDI) entrou em contato com duas pessoas que ofereciam o documento falso. Os documentos são vendidos de R$ 75 a R$ 200.

Por meio de troca de mensagens no Telegram, os golpistas enviam modelo dos documentos aos interessados. Mas eles admitem ao possível cliente que, apesar da obtenção da CNH, os dados dele não vão constar no sistema do Detran.

Dos dois contatos feitos pelo GDI, um anunciava o documento falso através de um grupo especializado em fraudes. O estelionatário listava uma série de situações em que uma CNH falsa poderia ser útil: hospedar em hotéis, comprar passagens aéreas e chips de celular, retirar mercadorias em lojas virtuais e entrar em shows e eventos.

O aplicativo usado na fraude não está disponível nas lojas oficiais dos sistemas operacionais, devendo ser baixado de um site e instalado manualmente no aparelho, o que já representa risco ao usuário. Especialistas consultados pela reportagem da GZH destacam os perigos de um aplicativo não verificado, podendo deixar exposto dados pessoais que constam no celular.

O outro golpista consultado pelo GDI admite que os dados do documento falso não vão constar no Detran. Foi o que aconteceu com um motorista abordado na BR-116, em Barra do Ribeiro, na semana passada. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, ele dirigia de maneira perigosa e agressiva. Ao ser parado, apresentou a CNH digital no celular.

Comprar e utilizar o documento falso é infração gravíssima, com multa de R$ 293,47, sete pontos na carteira, e responde a processo por estelionato, com pena de até cinco anos de prisão, em caso de condenação.


  • cq-01
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • globalway (1)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (2)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)