Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • globalway (1)
  • cq-01
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45

Diretoras de creche são presas por suspeita de torturar crianças em Serafina Corrêa

Os crimes teriam sido cometidos entre 2022 e 2024; famílias contam que alunos chegavam em casa com ferimentos pelo corpo e se queixavam de castigos.


Por Kathrein Silva Publicado 26/01/2024
 Tempo de leitura estimado: 00:00
polícia clic polícia clic polícia clic plantão policial urgente
Foto: Plantão Policial/Clic Camaquã

Duas diretoras, de 26 e 28 anos, de uma escola de educação infantil em Serafina Corrêa, foram presas preventivamente, na última quinta-feira (25), suspeitas de praticar maus-tratos e tortura, mediante castigo, contra crianças com idades entre sete meses e quatro anos.

De acordo com a Polícia Civil, os crimes teriam sido cometidos nos anos de 2022, 2023 e 2024.  Com isso, a polícia solicitou as prisões preventivas ao Poder Judiciário de Guaporé como uma medida de cautela para que as diretoras não continuassem as agressões e não atrapalhassem as investigações, tendo o pedido deferido. Elas foram encaminhadas ao presídio de Guaporé. 

Investigação policial

De acordo com a Polícia Civil, a tia de uma das crianças denunciou que a sobrinha, que tem 2 anos, vinha chegando em casa na última semana com ferimentos pelo corpo que ela suspeita que teriam sido causados por mordidas. A família tentava conversar com ela, mas a menina sempre permanecia calada, até que, nesta semana, cedeu e indicou uma das mulheres presas como a responsável pelas agressões.

Já a mãe de outra criança contou que a filha sofria castigos, como ser trancada dentro do box de um dos banheiros com a luz apagada, sendo deixada no escuro por mais de uma hora, além de agressões físicas.

Outros pais também teriam buscado a Polícia Civil para denunciar casos de maus-tratos que seus filhos teriam sofrido na instituição de ensino.


  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • cq-01
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • globalway (1)