Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • banner felice 2
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • _26345 banner topo 970×90 px (PNG)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)

Defesa de mulher suspeita de levar morto em agência bancária afirma que idoso chegou vivo no local

O delegado Fábio Luiz, responsável pela investigação do caso, afirmou que Paulo já estava sem vida quando foi levado ao banco por Erika de Souza Vieira Nunes


Por Pablo Bierhals Publicado 17/04/2024
 Tempo de leitura estimado: 00:00
imagem 1280×720 – 2024-04-17T071628.246
Foto: Divulgação/Reprodução/Internet

A defesa de Erika de Souza Vieira Nunes, presa em flagrante por tentativa de furto mediante fraude e vilipêndio de cadáver, contesta a versão da polícia sobre o caso ocorrido em um banco em Bangu, no Rio de Janeiro, quando a mulher teria levado um idoso morto para sacar em uma agência bancária.

Segundo a advogada Ana Carla de Souza Correa, o idoso Paulo Roberto Braga, de 68 anos, chegou vivo à agência, contrariando a alegação de que ele já estava morto antes de chegar ao local.

Erika, que afirmou ser sobrinha e cuidadora de Paulo, foi detida ao tentar sacar R$ 17 mil, exigindo a assinatura do idoso em um documento. Porém, de acordo com o SAMU, o idoso estava morto no momento da tentativa de transação bancária. O delegado Fábio Luiz, responsável pela investigação do caso, afirmou que Paulo já estava sem vida quando foi levado ao banco por Erika.

Os funcionários do banco, desconfiados do estado de Paulo, começaram a gravar o atendimento e acionaram a polícia. Nas imagens registradas, o idoso aparece em uma cadeira de rodas, enquanto Erika tenta mantê-lo com a cabeça erguida, inclusive movendo seu braço para assinar o documento.

A Polícia Civil segue investigando o caso.

Esta publicação contém informações do G1 e GZH.


  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • _26345 banner topo 970×90 px (PNG)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • banner felice 2