Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • clarão—970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664

Criança de 4 anos é abusada em abrigo provisório de Cruzeiro do Sul

O suspeito foi preso preventivamente; segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), mais informações acerca do caso não serão divulgadas em virtude da preservação da vítima e da família


Por João Victor Fagundes Publicado 04/06/2024
Ouvir: 00:00
polícia clic polícia clic polícia clic plantão policial urgente
FOTO: PLANTÃO POLICIAL/CLIC CAMAQUÃ

No último sábado (01) mais um caso de abuso em abrigos provisórios para as vítimas das enchentes foi registrado. Dessa vez, o crime ocorreu na cidade de Cruzeiro do Sul, no vale do Taquari. Apesar da data do ocorrido, o caso só foi divulgado à imprensa nesta terça-feira (04).

Márcio Moreno, delegado responsável pelo caso, afirma que o crime é considerado estupro de vulnerável e ressaltou a importância de vigilância constante em ambientes coletivos. A convivência em abrigos pode confundir a mente das crianças em relação aos alertas de segurança, por isso é crucial reforçar essas orientações diariamente.

“Não é a intenção criar pânico, mas em situações de obrigatória convivência coletiva, como em abrigos, a possibilidade de pedófilos e agressores sexuais se aproximarem de crianças e adolescentes é maior“, alerta o delegado.

Conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), mais informações acerca do crime não podem ser divulgadas em virtude da preservação da vítima e da família.


  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • clarão—970×90
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111