Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • 970×90 (3)
  • globalway (1)
  • clarão—970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90

Bombeiros estimam ao menos 30 desaparecidos em deslizamento no Paraná

Até o fim da manhã desta quarta-feira seis pessoas haviam sido resgatadas com vida e pelo menos duas morreram


Por Redação Clic Camaquã Publicado 01/12/2022
Ouvir: 00:00
Foto: Reprodução / Imagens – g1

O Corpo de Bombeiros Militar do Paraná estima que ao menos 30 pessoas estão desaparecidas após o deslizamento de terra que interditou a BR-376, no km 669, em Guaratuba (PR). Até o fim da manhã desta quarta-feira (30), seis pessoas haviam sido resgatadas com vida e pelo menos duas morreram. O desabamento aconteceu na noite de segunda-feira (28), causado pelas chuvas ininterruptas na região.  

A chuva está mantendo o terreno encharcado. Geólogos e socorristas encontraram muita água acumulada no alto do morro. Esse cenário aumenta o risco de novos deslizamentos e dificulta ainda mais as buscas por desaparecidos.

“O principal foco da nossa atuação é diminuir aquela quantidade de água, porque se deixar vão ocorrer novos deslizamentos. Feito esse serviço, teremos a oportunidade de começar a acessar aqueles veículos que estão na ribanceira”, explica o comandante do Corpo de Bombeiros do Paraná, coronel Manoel Vasco.

Reprodução/Twitter

As equipes usam uma câmera com sensor de calor para localizar sobreviventes. “O Corpo de Bombeiros sempre tem que trabalhar com a hipótese de encontrar pessoas ainda com vida”, afirma o comandante.

O governo do Paraná colocou à disposição um número de telefone e 19 pessoas já entraram em contato atrás de parentes que podem estar soterrados. Das duas mortes confirmadas, apenas o caminhoneiro João Maria Pires, de 60 anos, foi identificado.

Foto: Reprodução / g1

Quatro pessoas que estavam em um carro se salvaram.

“A gente pensou assim: está todo mundo bem, então é sair do carro e ir para longe, para não ficar ali, porque o risco podia ser maior, né?”, conta a fisioterapeuta Leticia Santos.

A Polícia Rodoviária Federal afirmou que cabia à concessionária Arteris Litoral Sul decidir sobre a liberação da pista, que já tinha registrado um deslizamento menor na mesma região.

“É uma questão própria da concessionária avaliar e agir de acordo com os levantamentos, e até o histórico de ações que se tem nos locais”, disse o superintendente da PRF-PR, Antônio Paim.

Foto: Reprodução / g1

Em nota, a concessionária Arteris Sul disse “que possui um programa permanente de monitoramento de encostas” e que “o ponto em que aconteceu o deslizamento não apresentava risco”.

O motorista José Altair, de 43 anos, dirigia um dos caminhões atingidos. Ele gravou um vídeo logo depois.

“Olha aí como ficou o caminhão aqui. Estou vivo, graças a Deus. Marta, estou aqui vivo, mas estou no meio da terra. Só no cantinho que sobrou do caminhão. Estou cheio de corte, mas estou vivo, graças a Deus. Deus quis que eu vivesse mais uma vez”, fala ele nas imagens.

Os Bombeiros resgataram o José Altair e ele teve alta do hospital na terça-feira (29).

*Fonte: g1


  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • 970×90 (3)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • globalway (1)
  • clarão—970×90
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494