Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • globalway (1)
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • cq-01
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)

Entidades afirmam que o comércio de ovos de páscoa com brinquedos seria abusivo


Por Redação/Clic Camaquã Publicado 23/03/2015
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Em um passeio pelo supermercado fica fácil perceber: ovos de páscoa, direcionados ao público infantil, se espalham pelas prateleiras. São chocolates com personagens e brindes, impregnados de apelo ao consumismo. 

A prática fere a Resolução nº 163, em vigor há um ano, do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda), que dispõe sobre a abusividade do direcionamento de publicidade e de comunicação mercadológica à criança e ao adolescente.

Segundo texto do Conselho, utilizar-se de personagens e distribuir brindes com apelo ao público infantil, é uma prática abusiva.

Mas por que será que nada parece ter mudado com a publicação da norma? Segundo o Movimento Infância Livre de Consumismo (Milc), faltam denúncias junto a órgãos fiscalizadores e de defesa ao consumidor. 

Para mudar esta realidade, o Milc está propondo uma campanha em que, além do tradicional boicote às marcas e estabelecimentos que oferecem esses produtos, sejam feitas denúncias ao Procon de cada estado e ao Ministério Público. 

A ideia é aproveitar a data para por fim a uma série de abusos gerados pela publicidade dirigida ao público infantil, utilizando as vulnerabilidades da faixa etária.  

Quer fazer parte desta corrente em favor das crianças? Acesse os modelos de denúncia na página do Movimento Infância Livre de Consumismo.


  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • cq-01
  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111