Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • 970×90 (3)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • globalway (1)
  • clarão—970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90

Linha de fogo no Taim é reduzida pela metade e incêndio pode ser contido ainda hoje

Mesmo que o fogo seja controlado nesta sexta-feira (16), bombeiros vão permanecer no local monitorando novos focos


Por Redação Clic Camaquã Publicado 16/12/2022
Ouvir: 00:00
Foto: Reprodução / Lauro Alves – Agencia RBS

A primeira manhã de trabalho do Corpo de Bombeiros no incêndio da Estação Ecológica do Taim, no sul do Estado, trouxe expectativas positivas para a equipe. Na avaliação do coordenador da operação, capitão Silvano Oliveira Rodrigues, o fogo pode ser extinto ainda nesta sexta-feira (16), caso as condições climáticas sejam mantidas. As informações são do GZH.

A linha de fogo reduziu de 11 quilômetros na quinta-feira (15), para cerca de quatro quilômetros ao meio-dia desta sexta. Mesmo que o fogo seja controlado hoje, bombeiros vão permanecer no local monitorando novos focos.

A área queimada é estimada em 4,5 mil hectares pela corporação. O último balanço divulgado pelo ICMBio, que administra a reserva e monitora a área por satélites, foi divulgado na noite de quarta-feira e estimava a área atingida em 2,5 mil hectares.

As condições climáticas foram favoráveis durante a manhã. O vento soprou contrário ao fogo, direcionando as chamas para a área já queimada, o que ajudou a frear o avanço. O trabalho dos Bombeiros começou às 5h30min, quando um posto avançado foi montado próximo da linha de fogo. 

Sessenta profissionais chegaram para atuar na reserva na noite de quinta-feira, mas apenas cerca de 30 bombeiros atuam por vez perto das chamas. Os demais aguardam no quartel de comando, que fica na sede do ICMBio, na entrada da reserva, a cerca de 30 quilômetros da área do incêndio.

O acesso se dá por uma estrada de chão, que se transforma em uma trilha dentro da reserva. O acesso é difícil. Em alguns pontos do banhado, a água ultrapassa a linha da cintura, o que atrapalha a locomoção em direção ao fogo. Além da equipe em terra, duas aeronaves, da Brigada Militar e Polícia Civil, auxiliam no combate às chamas com bolsões de água.

“O trabalho com helicópteros tem sido efetivo. É um trabalho em conjunto com quem está em solo. Combinamos o local de despejo da água. Assim que a água é jogada, o fogo diminui e a equipe de terra consegue condições para chegar até lá”, avalia capitão Silvano.

Pelo chão, o fogo é combatido com abafadores, sopradores e bombas costais. O trabalho seguirá durante a noite caso as chamas não sejam contidas até o entardecer.

O incêndio foi provocado por um raio, e começou na tarde de segunda-feira (12). A reserva tem cerca de 33 mil hectares e fica entre os municípios de Rio Grande e Santa Vitória do Palmar. O último incêndio de grandes proporções no Taim ocorreu em 2013. Na época, o fogo atingiu 5,6 mil hectares e foi controlado somente depois de 10 dias.  


  • globalway (1)
  • 970×90 (3)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Banner-Camaqua_CC 970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • clarão—970×90
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)