Últimas Notícias

Miss Universo 2021: México leva coroa e brasileira Julia Gama fica em segundo lugar no concurso

Na noite de domingo, 16 de maio, a mexicana Andrea Meza levou a coroa na Flórida
Por: Renata Ulguim | Publicado: 17/05/2021 às 08:32 | Alterado: 24/05/2021 às 19:55 | Fonte: Quem Acontece - G1 Globo
Na noite de domingo, 16 de maio, a mexicana Andrea Meza levou a coroa na Flórida. Foto: Getty Images
Na noite de domingo, 16 de maio, a mexicana Andrea Meza levou a coroa na Flórida. Foto: Getty Images

Na noite de domingo, 16 de maio, aconteceu o concurso Miss Universo 2021, na grande final que ocorreu em um hotel da Florida. A ganhadora foi a mexicana Andrea Meza. 

O grande destaque do concurso, foi de uma brasileira conseguir chegar na grande final da competição. Fato esse, que não aconteceu desde o ano de 2013. A brasileira que conseguiu chegar na final e que conquistou o segundo lugar do concurso, foi a candidata Julia Gama. A última brasileira a chegar na posição foi Jakelyne Oliveira.

NOVIDADE: ClicRádio tem novo número de WhatsApp

Na tradicional fase das perguntas, Júlia teve de responder ao tema " mulheres ainda são consideradas incapazes de ser líderes mundiais, convença o mundo do contrário". Ela respndeu que "mulheres são uma parte muito importante da sociedade. "Só porque não somos encorajadas da mesma forma que homens são, nosso potencial é desperdiçado. O mundo precisa da contribuição das mulheres porque estamos aqui por um motivo e eu convido todas as mulheres a entender que somos as líderes das nossas vidas e sim, podemos fazer muito por nossas comunidades. Então por favor, usem seu poder", disse ela.

Nesse ano o concurso teve 21 semi-finalistas pela primeira vez e aboliu o sistema recente de finalistas por continentes, que escolhia cinco candidatas de cada região entre Américas, Europa e Ásia/África/Pacífico. O formato mostrou fazer diferença, já que entre as 21 finalistas, 12 eram da América, sete da Ásia, África ou Pacífico e apenas duas da europeias.

Camaquã inicia aplicação da segunda dose da vacina CoronaVac nesta segunda

A vencedora da competição de Trajes Típicos foi a candidata de Myanmar, que usou a ocasião para chamar atenção para a situação de seu país, que vive uma Guerra Civil. Thuzar Wint Lwin teve sua bagagem extraviada na viagem para a Flórida e perdeu o traje que usaria na competição. ELasubindo ao palco com uma roupa tradicional do país e uma placa pedindo "Orem por Myanmar".

O Brasil levou a coroa em 1963, com Iêda Maria Vargas, e em 1968, com Martha Vasconcellos. O mais próximo que chegou depois disso foi um segundo lugar em 1972 e em 2007, com Rejane Goulart e Natália Guimarães, respectivamente.


deixe seu comentário