Política

"Se não tiver voto impresso, não terá eleição", diz Bolsonaro

Presidente criticou a fala do ministro Luís Roberto Barroso sobre a implementação do voto impresso no Brasil
Por: Elias Bielaski | Publicado: 07/05/2021 às 11:15 | Alterado: 14/05/2021 às 18:40
Foto: Reprodução / Facebook
Foto: Reprodução / Facebook

Na noite desta quinta-feira, 6 de maio, o presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido) voltou a trocar 'farpas' com o ministro do Supremo Tribunal Federal e do Tribunal Superior Eleitoral, Luis Roberto Barroso. Em sua live semanal, o presidente falou sobre a possibilidade do voto impresso na Eleição de 2022.

Barroso havia afirmado que a possibilidade do voto impresso na próxima eleição traria 'caos' para o processo eleitoral e incitaria um desejo de judicialização do resultados das eleições.

ClicRádio e Afubra sorteiam dois smartphones.

Na transmissão, o presidente rebateu as afirmações:

"Eu acho que ele é o dono do Mundo, o Barroso, só pode ser. O homem da verdade absoluta, que não pode ser contestado. Eu tô preocupado: se Jesus Cristo baixar na Terra, ele vai ser 'boy' do ministro Barroso", ironizou Bolsonaro

De acordo com o presidente, a maior parte da população está descontente com o estilo de votação atual e que a próxima eleição "terá voto impresso e ponto final".

Receba as notícias do Clic no seu celular.

Acompanhe a fala e entenda a polêmica:

O presidente ainda destacou que caso seja aprovado pelo deputados e senadores, o voto impresso será implantado na próxima eleição:

"Se o Parlamento brasileiro por maioria qualificada de três quintos, na Câmara e no Senado, aprovar e promulgar, vai ter voto impresso em 2022 e ponto final"

Inscreva-se no canal do Clic no YouTube.

deixe seu comentário