Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)

Coleta Seletiva de Lixo


Por Redação Clic Camaquã Publicado 06/02/2017
Ouvir: 00:00

Mesmo que em muitos municípios a coleta seletiva de resíduos seja novidade, ela é uma atividade antiga. No município de Alegrete nos anos 60, garotos entre 6 e 12 anos percorriam terrenos baldios, casas, trilhos de trem e depósitos clandestinos à cata de lixo. Naquela oportunidade já separavam latas, ossos, ferro, metal e alumínio. O plástico  ainda não existia ou estava sendo introduzido. Esse material era vendido a sucateiros.

O que mais chamava atenção nos anos 80 era que, em paises desenvolvidos, a experiência de separação de lixo e a condução destes para o reaproveitamento estavam dando certo. Foi então que em Porto alegre a Prefeitura Municipal implantou a coleta seletiva de resíduos, sendo assim, pioneira na gestão de resíduos sólidos. Essa atividade teve início em julho de 1990. Os primeiros bairros atingidos foram Bom Fim, Cidade baixa e Menino Deus, hoje a coleta seletiva abrange toda a cidade e se encaminha para um aprimoramento cada vez maior.

Em novembro de 1993 aconteceu o primeiro Encontro Nacional Sobre Lixo Urbano com participação: de empresários, Ongs ambientais, e representantes dos Governos, na ocasião concluíram que o lixo era uma grande oportunidade de geração de emprego e renda, que uma vez criado, os resíduos poderiam ser canalizados para a reciclagem.

Hoje muitos municípios estão adotando essa providência e não poderia ser diferente. Em Camaquã a coleta iniciou em dezembro de 2001, a APROMAC já havia promovido uma experiência no Bairro COAB com amplo sucesso, mas na Prefeitura não acreditaram, e mais, desconsiderou totalmente o trabalho. Com a eleição do Prefeito João Carlos Machado no ano de 2.000, tive a oportunidade de ocupar a então Subsecretaria do Meio Ambiente, atrelado a Secretaria Municipal da Saúde e logo nos valendo da experiência da APROMAC, ativamos a Comunidade com amplas campanhas para a implantação da coleta seletiva nos bairros.

O projeto teve início no Bairro COAB, logo se desenvolveu com a colaboração intensa das Escolas e foi com os alunos da Escola Chequer Buchaim que teve início a campanha de integração da comunidade através de panfletagem. Com o êxito do início dessa caminhada, o trabalho envolveu toda a cidade, mais tarde cobriu o interior. A APROMAC criou a Associação União dos Coletores de Resíduos de Camaquã que até hoje está em funcionamento, agora em forma de Cooperativa. O projeto previa 300 postos de trabalho no galpão de triagem para o final de 2006. Em 2004 eram 77 pessoas trabalhando em dois turnos, hoje os componentes da Cooperativa não passa de 30 pessoas.

Quanto à inclusão da comunidade de camaquã nessa tarefa, podemos dizer: quem está participando está dando uma resposta boa, mas uma parcela importante dos habitantes da cidade, não está contribuindo com a separação nas residências e isso deve ser buscado através de campanhas revitalizadas. Um pequeno gesto de separar os resíduos sólidos dos orgânicos, representa poupança de recursos do Município, limpeza da cidade e geração de emprego e renda para um segmento da população que mais necessita.

Iniciamos agora uma grande campanha de conscientização da população para esse fato, vamos utilizar a mídia, palestras e distribuição de panfletos nas residências. O desejo é passar das 10% de residências que separam os resíduos, para 40% até o final de 2017, com isso gerando mais de 100 empregos diretos. Contamos com participação de todos camaqüenses.


  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)