Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • globalway (1)
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)

As eleições esquecidas


Por Redação Clic Camaquã Publicado 25/06/2018
Ouvir: 00:00

Com a disputa, na Rússia, da Copa Mundial de Futebol, a política está, na maioria da nação, em esquecimento. Quando deveria estar em aquecimento.

Todas as atenções estão voltadas para as arenas russas. Aliás, falando na Rússia a sua seleção está mostrando força. Talvez rumando para um final eficiente. Ao estilo da Inglaterra em 1966, quando lá sediou a Copa Mundial daquele ano. Culminou em vencer.

Embora a gente acredite em nossa seleção para buscar o HEXA, caso tal não aconteça e estando a Itália fora da disputa, é bom que a Alemanha não vá para a festa final. Já pagou mico na primeira partida, perdendo para o México, quase sempre disputante, mas, que nunca conseguiu ir até ao final.

Aliás, os grandes favoritos também estão dando demonstração de que têm muito mais fama do que jogo. A Inglaterra é outro exemplo. Volto a dizer, parece que até agora, quando este artigo está sendo impresso, que somente a Rússia vem apontando solidez em seus jogos. A despeito do Luís Otávio, meu menor que entende muito mais de futebol do que eu, e quase mais do que seu irmão mais velho, diga que a Rússia enfrentou adversários frágeis até agora nesta Copa.

Bem, mas vamos ao que interessa, a política no Brasil está em baixa. Ressalvados os casos de condenações e os avanços da Operação Lava Jato, embora também esta esteja em um momento de calmaria, ninguém fala em política. Ou melhor, ninguém fala nas eleições para Presidente, Governadores, Senadores e Deputados que ocorrerão no dia 07 de outubro. E até lá falta pouco mais de três meses. No caso de Presidente e Governadores poderá, ainda, haver um segundo turno em 28 de outubro.

E aí? Em quem vamos votar? Nem isso dá para se ter certeza, eis que para o Senado, que neste ano eleitoral são duas vagas, não existe uma definição certa. Nem para Governadores. As CONVENÇÕES partidárias ainda não foram realizadas, pois o TSE determinou as datas entre 20 de julho de 05 de agosto para os atos da espécie. O que vai resultar em uma campanha de apenas dois meses. Ressalvando Partidos que realizarem o ato logo no início do prazo, o que aumentaria 15 dias de campanha.

Para Deputados, Estaduais e Federais a coisa é mais simples, pois estes quase sempre concorrem à reeleição. Então a gente já conhece e, em princípio, já tem seu candidato. Eu inclusive já sei em quem apontar o voto. Mas no geral estas eleições estão esquecidas, não é verdade? Apenar de que, para o bem do País e do Estado não deveria ser assim.


  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494