Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • globalway (1)

Agora sim, a lista negra


Por Redação Clic Camaquã Publicado 14/04/2017
Ouvir: 00:00

Não é mais a de Shindler. Nem somente de JANOT. É a lista da espúria corrupção administrativa do Brasil. Aquela que poderá mudar o País, limpando os altos escalões da política.

A temida lista que emanou da mais conhecedora empresa dos meandros da corrupção oficial: ODBRECHT. Dela vieram os nomes daqueles que, aproveitando-se do PODER obtiveram, benefícios financeiros tirados do erário público, através de propinas. Milhões e milhões de reais.

JUVENAL, escritor e Senador romano reclamava: “Quem guardará os guardas?”. Referindo-se a guarda pretoriana que protegia o Imperador. Mas que, ao mesmo tempo, em diversas oportunidades tirou governantes do trono, substituindo-o por outros. Quer dizer: quem poderia cuidar dos guardas que, na realidade, seriam os encarregados de proteger o império.

Pois é, na corrupção que mais a LAVA JATO se aprofundou, ou seja, aquela de Sérgio Cabral, Governador do Estado do Rio que se locupletou juntamente com a mulher e seus assessores de dinheiro público daquele Estado e federal. Tanto nas obras realizadas, inclusive para a Copa do Mundo e que, recentemente, também explodiu na área da saúde carioca, havia conselheiros do tribunal de contas envolvidos.

Assunto que explodiu na semana anterior. Demonstrando que, quem deveria fiscalizar as contas públicas estaduais, o Tribunal de Contas do Rio de Janeiro, tinha ao menos CINCO Conselheiros envolvidos. Presos preventivamente por ordem da investigação judicial. Em outras palavras: eracomo colocar raposas para cuidar do galinheiro.

Desta forma não se sabe onde está a segurança do tesouro público. Aonde a Justiça espreme, jorra um, ou muitos corruptos e corruptores. Lembrando-se que aqueles apenas existem porquanto existem os últimos. Se alguém oferece propina e outro a aceita, os dois estão cometendo delitos.

E, infelizmente, a República está contaminada com isso. Os “ladrões” do erário continuam, por que detêm mandatos, exercendo sua força política. E, claro, tentando solapar a LAVA JATO. O que a nação inteira espera não aconteça. Se for MINISTRO, tem de ser exonerado. Se for PARLAMENTAR, que reste caçado. Se for apenas FUNCIONÁRIO demitido. Se for CARGO DE CONFIANÇA tem que ser afastado.

Não existe outra solução a não ser, quanto aos que têm mandato, que sejam condenados antes das próximas eleições e fiquem inelegíveis. Quer sejam do PT, do PMDB, do PP, do PSDB, ou, enfim, de qualquer sigla. A LISTA negra deverá ser a porta da limpeza pública.


  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • globalway (1)
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)