Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • cq-01
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP

Falta de sintonia


Por Redação/Clic Camaquã Publicado 28/07/2014
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Depois de algum tempo sem escrever minha coluna, e confesso que até por falta de tempo para me dedicar a este espaço, estou de volta pedindo desculpas pela minha falta de sintonia com você, internauta do Clic Camaquã.

E é justamente sobre falta de sintonia que escrevo aqui. E pego o exemplo do que vi e ouvi nesta segunda-feira (28) durante a cobertura que fiz para a Rádio Acústica FM 97,7 e o Portal Clic Camaquã na Câmara de Vereadores de Camaquã. Pela primeira vez, vi de perto em um legislativo uma falta de entrosamento entre os vereadores da situação e uma dominação quase que total de uma oposição. Digo isso, pois cobri algumas pautas na Assembléia Legislativa Gaúcha pela RBS TV, TV COM e Ulbra TV, empresas onde trabalhei.

O assunto em questão é o decreto número 17.693 do Executivo Municipal assinado pelo Prefeito João Carlos Machado no dia 21 de julho, autorizando os dois carros de propriedade dele , um Toyota Ethios e um GM Cruze, a estacionarem nas vagas destinadas a veículos oficiais em frente a sede da Prefeitura Municipal de Camaquã, na avenida Olavo Moraes. A justificativa colocada no documento é de que o chefe do executivo utiliza os veículos particulares para executar a grande maioria das atividades dentro e fora do município de Camaquã, deixando de onerar os cofres públicos com a utilização de veículos oficiais, combustível, servidores e outros encargos. Considerando, por fim, o princípio da economicidade.

De acordo com informações da Brigada Militar, repassadas a reportagem da Rádio Acústica FM na última sexta-feira (25), o decreto foi assinado cerca de 30 dias após João Carlos Machado ter um dos veículos multados, por estar estacionado em local proibido, na ocasião, no espaço destinado aos veículos oficiais.

O caso foi abordado com muita ênfase pelo vereador, Everton Clarão do PSB nesta segunda-feira. Nada de destacável. É o papel dele com opositor, mas principalmente, como fiscalizador, que é a função de todos lá dentro. Mas isso não foi o que me chamou a atenção na sessão da Câmara de Vereadores, e sim, a declaração do experiente Marco Aurélio Pereira do PTB, que é da base do Governo João Carlos. Ele lamentou a falta de competência das pessoas que assessoram o Prefeito. Disse que esta não é a primeira vez que fatos desta natureza acontecem no Executivo e que se fosse prefeito, colocaria para rua os responsáveis pela confecção do decreto em questão. Segundo ele, as norma não foram analisadas com cuidado.

Um verdadeiro discurso de oposição assim como o de Vinícios Araújo do PMDB, também da base do Governo. Ele também lamentou que fatos como este ocorram e lembrou que muitos projetos do Executivo estão sendo elaborados sem qualquer cuidado e planejamento. Apenas sendo copiados e colados de outros documentos, fazendo uma alusão ao famoso Ctrl +C Ctrl +V utilizado na informática.

De acordo com o Conselho Nacional de Trânsito, que regra as normas de sinalização, algo novo se constatou. Na Resolução 302 de 18 de dezembro de 2008, que define e regulamenta as áreas de segurança e de estacionamentos específicos, não existe áreas para estacionamento para veículos oficiais. Apenas para veículos de aluguel, veículos de portador de deficiência física, veículo de idoso, para operação de carga e descarga, ambulância, estacionamento rotativo, estacionamento de curta duração, de estacionamento de viaturas policiais. Ou seja, nem os carros do prefeito, nem os oficiais da prefeitura podem ficar ali em frente da sede do Executivo de forma exclusiva, pois não consta na Resolução do CONTRAN. Qualquer cidadão pode estacionar ali sem risco de ser autuado.

Para finalizar, o decreto está em analise pelo Comando da Brigada Militar de Camaquã que deve se manifestar sobre o mesmo nos próximos dias.


  • cq-01
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664