Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • globalway (1)
  • cq-01
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111

Hospital presta contas


Por Redação/Clic Camaquã Publicado 04/04/2018
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Hospital presta contas

No dia 28 de março, como faz todos os anos na última quarta deste mês, o HNSA realizou Assembléia Geral Ordinária da Fundação, com a finalidade de apresentar o relatório de atividades e demonstrações financeiras do complexo, que foi aprovado por unanimidade pelos mantenedores. Segundo o Superintendente da Fundação, Antônio Omar Machado, o exercício foi concluído de maneira equilibrada apesar do momento de crise pelo qual passa o país. O orçamento do hospital em 2017 foi de cerca de 37 milhões de reais, valor significativo para a Instituição. Ocorreu também a inauguração da revitalização do centro de imagens do hospital, com um investimento de cerca de R$ 433 mil. Neste local estão situados dois aparelhos de Rx, sendo um deles recentemente adquirido com recursos do Corede Centro-Sul, um aparelho de ecografia e um de mamografia. Outra excelente notícia foi a da renovação do Contrato do Estado com o Hospital até março de 2019, já publicada no Diário Oficial. Agora a Fundação está em busca de novas alternativas de recursos para sua manutenção.

60% da Br-116 concluída

A última coluna publicada neste espaço foi escrita em 19 de março e também teve como um dos temas abordados a Br-116 e as dificuldades para a sequência das obras e a falta de recursos. Depois me envolvi com o nascimento de meu neto, o Bernardo, e hoje volto a escrever sobre o mesmo assunto. Vão dizer: mas que falta de imaginação! Mas olha esta questão prá mim é uma das mais importantes no momento, pois tenho respeito a vida e esta obra tem ceifado inúmeras de forma terrível e isto me faz sofrer junto com as famílias envolvidas neste grande número de perdas. No dia 29 de março, aconteceu uma reunião importantíssima em Camaquã, promovida pela Frente Parlamentar para Acompanhamento das Obras e Defesa da Conclusão da Duplicação da BR-116, presidida pelo Vereador Marco Longaray, realizada com autoridades e lideranças municipais de Camaquã, com a  presença do superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), engenheiro Hiratan Pinheiro da Silva. Dentre as informações salientou que cerca de 60% dos serviços estão executados, a duplicação da BR-116/RS está com 98,5% da sua extensão de 211,2 km, entre Guaíba e Pelotas, com algum tipo de trabalho iniciado. Em valores já foram investidos no empreendimento mais de R$ 791 milhões e são necessários outros R$ 550 milhões para concluir a obra. Para este ano estão garantidos R$ 99,5 milhões. Só estas informações já são alentadoras, porém é preciso mais para a conclusão breve do empreendimento!

Camaquã e os alagamentos

Um dos temas que gera preocupação nos munícipes e administradores é a questão dos alagamentos e vemos com satisfação que este tema é contemplado pela duplicação conforme projeto apresentado pelo DNIT. Os trabalhos no Lote 5 (km 397,2 ao 422,3) foram comentados de forma explícita. Entre as principais dúvidas estava o acesso das comunidades lindeiras à rodovia. Os alagamentos dentro do município foram tratados na reunião. “A drenagem da rodovia contará com três tubulações de mais de três metros de largura e 3 metros de altura para dar vazão à água. E depois de concluirmos as obras da pista nova iremos adequar a tubulação da pista em operação. Portanto, a duplicação da rodovia não afeta a drenagem na área urbana de Camaquã”, garantiu Hiratan. A construção das passarelas, preocupação levantada pelos participantes, foi esclarecida que no projeto original da duplicação estão previstas duas passarelas para Camaquã, uma no km 395,350 (em frente à Blue Ville) e a outra no km 395,820 (próxima à Escola Municipal de Ensino Fundamental Cândido Rodrigues de Freitas), porém serão construídas em um outro projeto”, anunciou o superintendente.

Prá você pensar:

“Não há uma estrada real para a felicidade, mas sim caminhos diferentes. Há quem seja feliz sem coisa nenhuma, enquanto outros são infelizes possuindo tudo”.(Luigi Pirandello)


  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • cq-01
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111