Saúde e Bem Estar

Covid-19: Camaquã inicia vacinação de crianças na próxima semana

Enfermeira e secretário da Saúde detalharam como funcionará a vacinação para crianças entre 5 e 11 anos
Por: Elias Bielaski | Publicado: 14/01/2022 às 09:11 | Alterado: 16/01/2022 às 23:25 | Fonte: Com informações da Secretaria Municipal da Saúde
Danieli Hain e Renato Sanhudo, representando a Secretaria da Saúde. Foto: Elias Bielaski / ClicRádio
Danieli Hain e Renato Sanhudo, representando a Secretaria da Saúde. Foto: Elias Bielaski / ClicRádio

A vacinação das crianças entre 5 e 11 anos contra a Covid-19 começa simultaneamente no próximo dia 19 em todos os municípios do Rio Grande do Sul. O assunto foi tema do programa Bom Dia Camaquã desta sexta-feira (14), recebendo Danieli Hain, enfermeira-chefe da Secretaria Municipal da Saúde, e Renato Sanhudo, chefe da pasta.

Receba as notícias do Clic pelo WhatsApp <

No programa, os representantes da Secretaria detalharam como funcionará a imunização de crianças no município. Para a vacinação, é necessário o nome e CPF da criança. Para o responsável, além de nome e CPF, também será pedido o telefone para contato.

Assista o programa e confira os detalhes:

Meninos e meninas com alguma comorbidade, como hipertensão, diabetes ou asma, ou imunossuprimidos, serão os primeiros vacinados.

Inscreva-se no canal do Clic no YouTube <

Crianças sem comorbidades serão o próximo grupo vacinado. Pelo cronograma acertado, a imunização delas também poderá começar neste mês, com a primeira dose sendo aplicada para quem tem 11 anos de idade.

Crianças indígenas e quilombolas serão vacinadas conforme orientação futura do Ministério da Saúde, com doses destinadas a este público.

Em fevereiro, deverá inicia a vacinação dos meninos e meninas de dez e de nove anos. Em março, será a vez daquelas com oito anos.

Para as outras idades, a Secretaria da Saúde aguardará a previsão de remessas de vacinas pelo Ministério da Saúde.

Baixe agora o aplicativo da ClicRádio <

A aplicação deverá ser realizada em sala exclusiva, com um espaço para recepção de crianças e responsáveis, que deverão permanecer no local por 20 minutos, para a avaliação de qualquer reação da vacina.

Eventos adversos após a vacinação devem ser notificados no e-SUS Notifica, sistema de registro do Ministério da Saúde.

A Secretaria irá disponibilizar, a partir da próxima semana, um número de WhatsApp específico para esclarecimento de dúvidas sobre a vacinação.

Este número será divulgado no portal Clic Camaquã e nas redes da Prefeitura de Camaquã na próxima semana.

Leia a nova edição da Revista Prime <

deixe seu comentário