Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • cq-01

Famurs orienta prefeituras a pouparem gasolina

Interrupções em estradas provocam prejuízos na arrecadação dos municípios


Por Redação/Clic Camaquã Publicado 27/02/2015
 Tempo de leitura estimado: 00:00

A diminuição da atividade produtiva, por conta das interrupções em estradas, irá acarretar em prejuízos na arrecadação dos municípios. As prefeituras já enfrentam dificuldades na prestação de serviços, principalmente no transporte escolar. Devido à previsão de desabastecimento de 60% dos postos de combustíveis do Estado, a Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) orienta que as administrações poupem gasolina para serem usadas em atividades essenciais na área da saúde, especialmente ambulâncias.

Há ainda preocupação com abastecimento de alimentos e de medicamentos e materiais para os hospitais. “Precisamos de calma, cautela e serenidade para que a situação não se agrave”, disse o presidente da entidade, Seger Menegaz, que participava nesta sexta-feira da Assembleia Geral de Verão, em Capão da Canoa. Ele afirmou que os prefeitos têm relatado problemas para atender à população. “No Noroeste, prefeituras estão parando”, disse.

O presidente ressaltou que a Famurs está tentando fazer a intermediação dos manifestantes com o governo federal. “Fizemos apelo ao ministro (da Secretaria de Relações Institucionais) Pepe Vargas para que se tomem as medidas o mais rápido possível”, declarou.

Na opinião de Menegaz, as reivindicações dos caminhoneiros, que incluem redução no valor dos pedágios e no preço do óleo diesel, são legítimas. “Nos municípios, também nos sentimos penalizados com o aumento de combustíveis.  Por enquanto, não há como calcular a dimensão dos prejuízos para os municípios. Menegaz declarou que a Famurs está monitorando as consequências.


  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • cq-01
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP