Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • globalway (1)
  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • cq-01
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP

Uso incorreto de agrotóxicos mata mais de 100 milhões de abelhas em MT

Proprietário de fazenda responsável pela aplicação foi multado em mais de R$ 225 mil


Por Redação/Clic Camaquã Publicado 27/07/2023
 Tempo de leitura estimado: 00:00
Foto: Divulgação/Pixabay

Uma aplicação incorreta de um pesticida ocasionou na morte de mais de 100 milhões de abelhas em Sorriso, cidade de Mato Grosso.

Após a notificação da morte das abelhas, servidores do Instituto de Defesa Agropecuária do estado realizaram a investigação do ocorrido. Os resultados das análises confirmaram a presença da substância fipronil como a causa da contaminação. O dono da fazenda que produz algodão foi multado em R$ 225 mil.

O óbito dos insetos foi verificado em três propriedades, em um raio de 30 quilômetros, e em duas propriedades, de Ipiranga do Norte e de Sinop, num raio de 15 quilômetros.

As amostras recolhidas nas propriedades foram enviadas para análises em São Paulo, o resultado confirmou que em Sorriso, as mortes foram provocadas por um agrotóxico usado de forma irregular. No caso de Sinop, a investigação ainda não foi concluida.

O uso irregular do agrotóxico autorizado, há cerca de um mês, levou à morte de mais de 100 milhões de abelhas, que corresponde aproximadamente 600 colmeias intoxicadas. Muitas eram de espécies ameaçadas de extinção, das espécies nativas sem ferrão e as africanas.

O uso do inseticida é autorizado pelo Ibama, mas por ser um produto tóxico para abelhas, o uso de aviões pra aplicá-lo não é permitido.

Segundo o Ibama, o Brasil tem hoje 5 espécies de abelhas ameaçadas de extinção. 4 delas foram afetadas pelo uso errado dos agrotóxicos, em Mato Grosso. O descumprimento das regras para uso do fipronil é crime ambiental.

Fonte: SBT News


  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • globalway (1)
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • cq-01
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)