Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • clarão—970×90
  • TEXEIRA GÁS ultragaz

Telescópio Hubble deve se aposentar após defeito estrutural

O outro giroscópio será mantido ligado em reserva para possível uso futuro


Por Kathrein Silva Publicado 05/06/2024
Ouvir: 00:00
PNG (62)
Foto: stock.adobe.com

Em 1990, o telescópio Hubble revolucionou a astronomia com suas descobertas. Agora, conforme os responsáveis da Nasa declararam nesta terça-feira (4), após uma jornada de observação mais reduzida será aposentado.

O diretor da divisão de astrofísica da agência espacial, Mark Clampin afirmou:

Depois de completar uma série de testes e considerar cuidadosamente nossas opções, tomamos a decisão de que o Hubble terá uma transição de uso operacional para apenas um dos três giroscópios restantes

Um dos três giroscópios que controlam a direção para onde o telescópio aponta tornou-se instável nos últimos meses, levando a episódios de “modo seguro” intermitentes, o mais recente em 24 de maio. O outro giroscópio será mantido ligado em reserva para possível uso futuro. A transição, que deve ser concluída em meados de junho, reduzirá a eficiência do Hubble na realização de observações científicas em 12%, passando de 85 órbitas semanais para 74.

Ao longo de um ano, o Hubble ainda será capaz de observar o céu noturno, mas não poderá seguir objetos que estejam mais próximos do que o planeta Marte. A Nasa estima que há mais de 70% de chances de operatividade com essa configuração até 2035. Ao término da vida funcional do telescópio, a agência espacial planeja tirá-lo de órbita de forma segura ou se desfazer do instrumento.


  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • clarão—970×90
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (5)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • globalway (1)
  • TEXEIRA GÁS ultragaz