Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • cq-01
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • UNIFIQUE CMQ – Banner 970x90px
  • globalway (1)
  • WhatsApp Image 2024-04-02 at 17.18.51
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19

Secretaria de Saúde alerta para risco de Aedes aegypti na região central de Camaquã

Alerta foi emitido na manhã desta segunda-feira (18), menos de 10 dias após o "Dia D" de combate à dengue com fiscalização nos quase 150 terrenos baldios do Centro da cidade


Por Pablo Bierhals Publicado 18/03/2024
 Tempo de leitura estimado: 00:00
imagem 1280×720 – 2024-03-18T133338.794
Foto: Divulgação/Saúde/Camaquã/ILUSTRATIVA

A Secretaria Municipal de Saúde emitiu um comunicado no final da manhã desta segunda-feira (18) alertando para o alto risco de Aedes aegypti na região central de Camaquã, principalmente nos arredores da rua Bento Gonçalves. Há cerca de 10 dias mais de 140 terrenos baldios no Centro foram fiscalizados no Dia D de combate à dengue.

Na segunda-feira após a campanha, dia 11 de março, o secretário de Saúde, Luciano Pereira Dias, havia salientado a quantidade de terrenos baldios com lixo na área central de Camaquã, local propício para proliferação do mosquito transmissor da dengue. São 142 terrenos baldios na região central.

Durante a ação, também foram entregues materiais informativos para prevenção.

Ao longo da última semana, dois casos de dengue foram confirmados em Camaquã. Segundo a Secretaria de Saúde, estes moradores de Camaquã possuem rotina de viagens, podendo ter sido infectado em outro município.

433733135_822948203210906_6296621063928800261_n
Créditos: Prefeitura de Camaquã

Para prevenção:

Elimine criadouros de mosquitos:

  • Remova recipientes que possam acumular água parada, como pneus velhos, latas, garrafas e vasos de plantas.
  • Mantenha as calhas limpas e desobstruídas.
  • Mantenha caixas d’água e outros recipientes de armazenamento de água sempre tampados.

Proteja-se contra picadas de mosquito:

  • Use repelentes de insetos, especialmente durante o amanhecer e o anoitecer, quando os mosquitos são mais ativos.
  • Vista roupas de manga longa e calças compridas para reduzir a exposição da pele.

Instale telas em janelas e portas:

  • Certifique-se de que as telas estejam em boas condições para evitar a entrada de mosquitos em casa.

Promova a conscientização:

  • Eduque a comunidade sobre a importância de prevenir a proliferação do Aedes aegypti.
  • Colabore com campanhas locais de combate à dengue.

Tratamento adequado de resíduos:

  • Descarte corretamente o lixo, evitando o acúmulo de água em recipientes inadequados.

Cuidados com vasos de plantas:

  • Evite o acúmulo de água em pratos de vasos de plantas e troque a água regularmente.

Proteja-se durante viagens:

  • Se estiver viajando para áreas onde a dengue é prevalente, tome medidas extras de proteção, como usar repelentes e dormir em locais com redes mosquiteiras.

A prevenção é fundamental, pois não há tratamento específico para a dengue. Em caso de sintomas como febre alta, dores musculares, dor de cabeça e manchas na pele, é importante procurar um profissional de saúde imediatamente.

Leia o alerta completo:

A região central de Camaquã, principalmente nos arredores da rua Bento Gonçalves, tem apresentado reincidentemente focos do mosquito Aedes aegypti em 2024.

Conforme podemos observar na imagem, a região está delimitada e os agentes de Combate às Endemias têm trabalhado há semanas na eliminação de depósitos. Porém, é importante que cada um faça a sua parte, eliminando todos os reservatórios com água parada.

Se você mora nessa região, tem comércio ou imóvel, colabore fazendo sua parte. Só teremos sucesso com o apoio massivo da comunidade.

Lembramos que o Aedes aegypti põe seus ovos em recipientes como latas e garrafas vazias, pneus, calhas, caixas d’água descobertas, pratos sob vasos de plantas ou qualquer outro objeto que possa armazenar água da chuva.


  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • globalway (1)
  • UNIFIQUE CMQ – Banner 970x90px
  • WhatsApp Image 2024-04-02 at 17.18.51
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • TEXEIRA GÁS ultragaz
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • cq-01
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335