Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • globalway (1)
  • cq-01
  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP

Estado lança campanha de combate a Tuberculose na próxima segunda

A tuberculose tem cura, desde que o tratamento seja feito até o fim


Por Redação/Clic Camaquã Publicado 21/03/2014
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Em 1982, o dia 24 de março foi instituído, pela Organização Mundial da Saúde e pela União Internacional Contra a Tuberculose e Doenças Pulmonares, o Dia Mundial de Luta Combate a Tuberculose. E nesta segunda-feira (24), tem início as atividades que marcam essa luta.O Programa Estadual de Controle da Tuberculose (PECT-RS), em parceria com o Comitê Estadual de Enfrentamento da Tuberculose e o Programa Municipal de Controle da Tuberculose de Porto Alegre, estará desenvolvendo ações em vários locais de Porto Alegre até o dia 15 de abril para lembrar a importância da data. Em todo o Estado também estarão acontecendo diversas atividades para marcar este dia.

Na segunda, das 10h às 16h, no Largo Glênio Peres, haverá uma exposição itinerante sobre a doença. Na terça (25), quem estiver em visita ao Presídio Central das 6h30 às 11h30 poderá receber material informativo sobre a tuberculose.

A exposição itinerante volta no dia 26, no Hospital Sanatório Partenon, das 9h às 17h. No dia seguinte, ela estará das 9h às 16h no Ambulatório Básico Bom Jesus (Rua Bom Jesus, 410). No dia 28, a visita é na Praça Vilmar Bertelli (Bernardino de Oliveira Paim, 82), das 8h às 16h.

A exposição volta em abril para mais três datas. No dia 1º de abril, estará no Centro de Saúde Modelo (Rua Jerônimo de Ornelas, 55) das 9h às 16h. No dia 3, será a vez da Unidade de Saúde da Família Lomba do Pinheiro (Estrada João de Oliveira Remião, 6111) recebê-la, também das 9h às 16h. E por último, no dia 15 de abril, a exposição itinerante estará na Esplanada da Restinga (Estrada João Antônio Silveira, sem número) das 12h às 18h.

A tuberculose é uma doença causada pelo bacilo de Koch que afeta vários órgãos e sistemas. A tuberculose pulmonar é a mais freqüente, pois a forma pulmonar é responsável pela manutenção da cadeia de transmissão da doença. É transmitida pelo ar, quando o paciente tosse, fala ou espirra. A tosse por mais de três semanas, com ou sem catarro, é o principal sintoma da tuberculose. Qualquer pessoa com este sintoma deve procurar uma unidade básica de saúde para fazer o exame de escarro. Caso for confirmada a doença, o tratamento deve ser iniciado imediatamente. Para o paciente se curar, deverá realizar o tratamento no mínimo por seis meses, sem interrupção.

O Programa Estadual de Controle da Tuberculose (PECT-RS) realiza diversas atividades de forma rotineira e continuada no combate e luta contra a tuberculose. No Rio Grande do Sul, são 15 municípios prioritários. Os casos de tuberculose no Estado acontecem em sua grande maioria nestas cidades, sendo que Porto Alegre é responsável por 30% do total destes casos ao ano. Os demais municípios são: Alvorada, Cachoeirinha, Canoas, Gravataí, Guaíba, Novo Hamburgo, Pelotas, Rio Grande, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, São Leopoldo, Sapucaia do Sul, Uruguaiana e Viamão. Em 2013, os municípios prioritários foram responsáveis por 81% dos casos novos e 68% do total de casos no RS.

O PECT-RS presta assessoria às Coordenadorias Regionais de Saúde e avalia os indicadores como taxa de incidência, taxa de cura e de abandono de tratamento em todos os municípios. Com estes indicadores, o programa define as ações estratégicas para o combate da tuberculose. Além disso, realiza capacitação para todos os profissionais envolvidos com o atendimento de tuberculose e faz o monitoramento da rede de atendimento do Estado.


  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • globalway (1)
  • WhatsApp Image 2024-02-01 at 16.56.45
  • cq-01