Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso portal, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar navegando, você concorda com este monitoramento. Leia mais na nossa Política de Privacidade.

  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • cq-01
  • globalway (1)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (2)
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111

Rio Grande do Sul registra primeira morte por dengue em 2024

Neste ano, o Rio Grande do Sul já registrou 2.314 casos confirmados da doença


Por Pablo Bierhals Publicado 06/02/2024
 Tempo de leitura estimado: 00:00
Foto: Divulgação

A primeira morte de 2024 em decorrência de dengue no Rio Grande do Sul foi confirmada na tarde de segunda-feira (5) pelo Centro Estadual de Vigilância em Saúde do RS (Cevs). Trata-se do caso que estava em investigação em Tenente Portela, de uma mulher de 71 anos. 

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), a paciente, que tinha doenças pré-existentes, morreu no dia 31 de janeiro. A idosa estava internada desde segunda-feira (29) no Hospital Santo Antônio, no município do noroeste gaúcho.

Tenente Portela é a cidade com maior número de casos confirmados de dengue no estado.

Sintomas

  • Dor abdominal intensa e contínua, ou dor quando o abdome é tocado;
  • Vômitos persistentes;
  • Acúmulo de líquidos;
  • Sangramento de mucosas (principalmente nariz e gengivas);
  • Letargia (perda de sensibilidade e movimentos) ou irritabilidade;
  • Hipotensão postural (tontura e queda de pressão em determinadas posições)
  • Hepatomegalia (aumento do fígado) maior do que 2 cm;
  • Aumento progressivo do hematócrito (porcentagem de glóbulos vermelhos ou hemácias no sangue).

Situação epidemiológica

Neste ano, o Rio Grande do Sul já registrou 2.314 casos confirmados da doença, dos quais 2.101 são autóctones. Os demais foram importados (residentes do RS que foram infectados em viagem a outro local), conforme a GZH.

Em 2023, o RS registrou mais de 34 mil casos autóctones. Ao todo, foram 54 óbitos em virtude da dengue no ano passado.


  • Design sem nome – 2024-02-06T154143.111
  • Banner-Camaqua_CC 970×90 (2)
  • cq-01
  • globalway (1)
  • Design sem nome – 2024-02-29T112346.494
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (8)
  • WhatsApp Image 2024-03-01 at 09.20.19
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (9)
  • 2024 BANNER TOPO CAPA DE SITE DIA DE CAMPO DESKTOP
  • Design sem nome – 2024-02-29T143231.335
  • Faça uma visita na Rua General Zeca Netto, 970 – no centro de Camaquã ENTRE EM CONTATO (51) 9 9368-4947 (7)
  • Design sem nome – 2024-02-06T170807.664